Jogo do São Paulo em Rosário tem manifestação pró-Lula

Momentos antes da partida do São Paulo na Argentina, contra o Rosario Central, foi possível observar uma manifestação favorável ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba, nito, nas arquibancadas do estádio Gigante de Arroyito, no espaço reservado aos torcedores do time local. Em língua portuguesa, o cartaz dizia: 'o povo quer Lula livre'.

Poucos momentos após a exibição do protesto, os policiais que faziam a segurança da partida se dirigiram até os torcedores do Rosario Central e retiraram a faixa, que ficava próxima ao setor destinado aos são-paulinos.

Presidente do Brasil entre 2003 e 2010, Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores, cumpre pena de 12 anos e um mês pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP).

Quando a bola rolou em Rosário, um torcedor do Tricolor acabou roubando uma faixa da torcida local e gerou um atrito entre as duas torcidas. Um dos líderes de uma das organizadas do São Paulo devolveu o objeto aos argentinos e os ânimos foram acalmados.

Ao fim da partida, os torcedores locais precisaram esperar 15 minutos nas dependências do estádio para que os são-paulinos saíssem em segurança. Apesar dos atritos, não houve relato de brigas entre argentinos e brasileiros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos