Paulo Victor celebra ascensão e fala da responsabilidade no América (TO)

Na ordem das contratações, um dos últimos. Na escalação, desde que chegou, o primeiro. O goleiro Paulo Victor conquistou seu espaço no América (TO) na disputa do módulo 2 do Campeonato Mineiro e é um dos trunfos da equipe no sonho de retornar à elite. No próximo domingo (15), o jogo de ida válido pelas semifinais contra o Tupynambás e mais uma oportunidade de defender as cores do Mecão. Por se tratar de um jogo especial, sobraram agradecimentos por companheirismo e confiança.

- Foi muito importante receber a confiança de quem já estava aqui quando cheguei, principalmente do Bruno Barros, que reconheceu meu potencial. Por mais que tenha sido rápido, aconteceu tudo naturalmente e hoje tenho total apoio dos meus companheiros de posição. O Luiz Miguel, que foi titular, o Lucas Couto, que também teve a chance dele e até o Leonardo Fortunato, que também chegou esse ano, por mais que a disputa seja por apenas uma vaga, nunca falta apoio. Quando estou defendendo o América, além de defender essa equipe tradicional, também represento meus companheiros de posição que também estão em condições de estar ali - disse o goleiro do América, citando seus companheiros de posição e também agradecendo ao treinador.

Por mais que tenha pouco tempo de futebol mineiro, Paulo Victor já conhece a tradicionalidade do América e sabe das responsabilidades que a equipe carrega na reta final da competição. Porém, o discurso em relação ao adversário é de respeito. Sobre o jogo, a inteligência para saber atuar da melhor forma possível as duas partidas, que serão disputados nos próximos dois domingos.

- Pela tradição, o América sempre vai ter uma responsabilidade muito grande em qualquer competição que disputar. E agora, nas semifinais, não é diferente. Vamos para uma disputa com o Tupynambás, o que a gente costuma chamar de jogo de 180 minutos, sabendo da responsabilidade. Temos que ter a consciência que antes do apito final lá no segundo jogo vai acontecer muita coisa. Nossa equipe é boa e madura para assimilar isso bem e vamos lutar para colocar isso em campo e devolver o time à primeira divisão - analisou o goleiro.

O jogo de ida terá mando do Tupynambás e será realizado no Estádio Jornalista Mario Helênio, em Juiz de Fora. A bola rola às 11h.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos