Vitória busca reforços para evitar nova luta contra queda no Brasileirão

  • Divulgação/Vitória

Apesar da derrota na final do Campeonato Estadual para o rival Bahia, o Vitória teve bom início em 2018. Mas as carências são claras no elenco para encarar o Campeonato Brasileiro, competição na qual o Leão lutou contra a degola nas duas últimas edições, após voltar à elite no fim de 2015. O jornalista Herbem Gramacho, do "Correio da Bahia" analisou a equipe de olho no Brasileirão. A avaliação é que, de novo, a luta será contra o rebaixamento.

"O Vitória tem uma carência muito visível, que é a defesa, é algo que o Mancini não conseguiu acertar. Já houve trocas na dupla de zaga, na lateral direita, e até mesmo no gol, mas nada surtiu efeito. Assim como nos últimos dois anos, acho que será mais um ano de tensão para o Rubro-Negro, de luta contra o rebaixamento. Neiton está em grande fase, é um dos melhores jogadores do futebol baiano, é o ponto que faz o Leão ter algum tipo de esperança para esse segundo semestre. A tônica do Vitória é a emoção, é um time que faz muito gol, mas sofre muitos também. O Vitória não consegue ter um dia onde tudo dá certo,. A própria diretoria do clube admitiu a carência no elenco e já falou em cinco reforços, além de Jeferson, lateral-direito que estava na Ponte Preta. O sistema ofensivo depende de Neilton, mas também existem outros jogadores que colaboram muito como Yago e Rhayner. O grande desafio é encontrar esse respaldo defensivo", avaliou Gramacho.

A equipe foi a de melhor desempenho na fase de grupos do Baiano, vencendo sete dos nove jogos dessa primeira etapa da competição. Na Copa do Nordeste, o time comandado por Vagner Mancini ganhou seis das quatro partidas que disputou na fase preliminar e agora enfrenta o Sampaio Corrêa nas quartas de final.

Já pela Copa do Brasil, o Leão da Barra está na quarta fase e tem o jogo de volta na próxima semana contra o Internacional para decidir quem passa para as oitavas de final. A primeira partida terminou em 2 a 1 para o Colorado. No total de jogos esse ano, o Rubro-Negro Baiano já disputou 24 partidas, vencendo 15 e perdendo apenas seis, tendo aproveitamento de 66,7%.

O que fez em 2018

Aproveitamento: 66,7% (15V, 3E e 6D)

Campeonato Baiano: Vice-campeão

Copa do Nordeste: Está nas quartas de final

Copa do Brasil: Está na quarta fase

A equipe baiana já marcou 50 gols em 2018, sendo 13 deles de Neilton, artilheiro da equipe até aqui. A zaga, no entanto, já sofreu 28 gols, média de mais de um gol sofrido por jogo. A estreia no Brasileirão será no próximo sábado, às 16h, contra o Flamengo, no Barradão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos