City bate o Tottenham e torce por derrota do United para ser campeão

O Manchester City fez a sua parte na luta pelo título inglês. Neste sábado, a equipe jogou bem e, com grande eficiência, bateu o Tottenham por 3 a 1, em Wembley, pela 34ª rodada da Premier League. A taça pode vir até no domingo, caso o Manchester United perca para o lanterna West Bromwich, em Old Trafford.

Além de se aproximar ainda mais do título, o Manchester City acabou com uma série de 14 partidas de invencibilidade do Tottenham na Premier League. Nunca os Spurs conseguiram ficar 15 partidas sem perder na competição.

Com o triunfo, o City chegou a 87 pontos, contra 71 do United. O Tottenham está em quarto, com 60.

Com Fernandinho suspenso, Guardiola entrou com Gündogan fazendo a proteção da zaga, formada por Laporte e Kompany. No ataque, o trio formado por Sterling, Sané e Gabriel Jesus. Pelo lado do Tottenham, Mauricio Pochettino optou por Lamela titular, no lugar do sul-coreano Son.

No primeiro tempo, o Manchester City foi soberano. Segurava os avanços - infrutíferos - do Tottenham e saía com qualidade. Sané mandou na trave de Lloris, na primeira grande chance. A segunda, contudo, não deu para o goleiro francês.

Em grande lançamento de Kompany, Gabriel Jesus correu no meio dos zagueiros e bateu para abrir o placar. Não demorou muito para o City ampliar. Em ataque pela esquerda, Lloris derrubou Sterling fora da área, mas o juiz marcou pênalti. Gündogan bateu com extrema categoria para dobrar o marcador.

O City seguia superior e desperdiçando chances, como em lance de Sterling. No fim da primeira etapa, o Tottenham colocou fogo na partida. Em passe na área, Eriksen levou sorte em finalização e descontou.

A etapa final foi mais equilibrada, com o Tottenham pressionando, mas sem tanta eficiência. Do outro lado, o City levava perigo. Gabriel Jesus perdeu chance incrível batendo para fora na cara de Lloris. Sterling teve a oportunidade de ampliar ao driblar o goleiro e ser travado por Trippier.

No lance seguinte, Sterling não perdoou. Em cobrança de escanteio, a bola sobrou para Gabriel Jesus. O brasileiro finalizou, Lloris fez grande defesa, mas o camisa 7 empurrou para o fundo da rede.

Pochettino colocou o Tottenham ainda mais à frente ao lançar Lucas na vaga de Dembélé. O brasileiro movimentou-se muito no ataque, mas não conseguiu ser tão eficiente diante da marcação do City. Somente nos acréscimos Ederson foi decisivo, parando finalização de longe.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos