Carille confirma Corinthians com Jadson e Maycon na Argentina

O Corinthians finalizou na tarde desta terça-feira a preparação para encarar o Independiente (ARG) pela Copa Libertadores. A equipe fez um treino em Buenos Aires, local da partida desta quarta-feira, e após a atividade o técnico Fábio Carille confirmou os retornos do volante Maycon e do meia Jadson ao time titular. Eles ocuparão os lugares de Renê Júnior e Mateus Vital, respectivamente.

A escalação, porém, ainda não está definida por conta da dúvida quanto ao aproveitamento do zagueiro Henrique. Ele caiu de mau jeito e machucou o pescoço no jogo do último domingo contra o Fluminense na Arena Corinthians. Será reavaliado nesta quarta e, caso, ele não jogue, entra Pedro Henrique. Mas Carille está confiante de contar com o defensor titular.

Assim, a escalação do Corinthians em Buenos Aires será: Cássio, Fagner, Balbuena, Henrique (Pedro Henrique) e Sidcley; Ralf e Maycon; Romero, Rodriguinho, Jadson e Clayson.

Carille concedeu entrevista coletiva após o treino desta terça e explicou as mudanças na equipe. Também disse que um empate na Argentina será um bom resultado. Acompanhe:

Henrique

Henrique é a única dúvida, ele já se movimentou melhor hoje do que estávamos esperando, mas ainda vamos aguardar como ele vai acordar amanhã, ainda está meio travado. Por ele e pelos médicos, tem tudo para acordar bem. Caso não tenha condições, joga o Pedro Henrique.

Volta de Jadson

O Jadson hoje nessa formação é nosso titular. Levei ele pra o jogo do Palmeiras pela grandeza do jogo. Aí levei pra 60 minutos e preferimos tirar ele desse jogo, para fazer trabalho em dois períodos, e agora até a parada para a Copa teremos 17 jogos e não teremos tempo para respirar. Então queríamos que ele descansasse

Volta de Maycon

Sobre o Maycon, tenho de testar outros jogadores porque tem a possibilidade de saída, preciso até ver meu grupo. O Renê necessita também de ritmo de jogo, mas não é numa Libertadores que vou dar ritmo a um jogador e por isso a volta do Maycon.

Estratégia para a equipe se comportar bem

Esse negócio de jogar em casa ou fora, é complicado saber o que é melhor, se a gente fica atrás, tem de partir para cima, e eles sabem jogar sobre pressão. Prefiro pensar jogo a jogo, que a gente consiga levar ponto ou pontos para casa.

Análise do rival

Equipe que tem perde pressiona muito bom, uma linha que se organiza às vezes até com seis, eles encaixam e vão até o fim. gente tem de ter paciência de pegar a bola, já logar do lado oposto, e com um atacante que movimenta.

Empate é bom?

Sem dúvida é bom resultado, Libertadores, nos mantém a frente, principalmente do Independiente, adversário direto na chave. É importante

Como fazer para não entrar na pilha dos argentinos?

As mesmas coisas, não acredito que a pressão aqui vai ser maior do que contra o Palmeiras. Falei muito durante a semana para jogar futebol, jogar bola, nada de entrar em confusão, mesma coisa contra o Palmeiras.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos