CEO do Bayern diz que técnico ex-Dortmund era plano A: "Deve ir para o PSG"

Do UOL, em São Paulo

  • Patrik Stollarz/AFP

O Bayern de Munique anunciou na última semana o croata Niko Kovac como novo treinador para o lugar de Jupp Heynckes, que sairá ao fim da atual temporada. No entanto, em entrevista ao canal Bein Sports, o CEO do clube, Karl-Heinz Rummenigge, revelou que a primeira opção era o alemão Thomas Tuchel, ex-Borussia Dortmund, que já estaria acertado com o PSG.

"Sim, nós estivemos em contato com ele, isso é claro. E, depois de um dia, ele nos ligou para falar que havia acertado com um time de fora do país. Provavelmente vai para o PSG. Claro que eu desejo toda sorte para ele. É uma escolha dele", declarou.

A imprensa francesa vem dando como certa a ida de Tuchel para o PSG em substituição a Unai Emery, que não permanecerá na próxima temporada. Outros nomes haviam sido cogitados, como Antonio Conte, do Chelsea, e Leonardo Jardim, do Monaco.

Atualmente no Eintracht Frankfurt, Niko Kovac assumirá o Bayern de Munique na próxima temporada. Segundo a revista "Kicker", o Bayern de Munique vai pagar 2,2 milhões de euros (R$ 9,2 milhões) referente à cláusula de rescisão, uma vez que Kovac tinha contrato até junho de 2019.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos