Líder de pedido contra Peres nega razão política. Veja chapas envolvidas

Líder do movimento que pede o impedimento do presidente José Carlos Peres no Santos, o conselheiro Alexandre Santos e Silva explicou, em entrevista ao LANCE!, suas motivações. Eleito conselheiro em janeiro, pela chapa do ex-presidente Modesto Roma Júnior, Alexandre garantiu não estar fazendo politicagem e também afirmou que não tem contato algum nem com Peres e nem com o vice-presidente Orlando Rollo. Foram 22 assinaturas (veja no tópico abaixo as chapas envolvidas).

- Não é uma questão política. Eu luto para ser conselheiro há algum tempo e não tenho qualquer interesse no clube. Não sou ligado à chapa alguma, não faço parte de correntes. Nunca trabalhei, nunca sentei em uma mesa com o Modesto. Fui convidado a fazer parte da chapa dele e aceitei por querer estar no conselho. Estou simplesmente lutando pelo ideal do clube, não quero ver o Santos sendo motivo de chacota - justificou-se.

Questionado sobre a sustentação do pedido de impeachment, já que algumas alegações e questionamentos beiram mais decisões de gestão do que de fato ilegalidades de Estatuto, Alexandre garantiu que o presidente será sim derrubado se a mesa do Conselho Deliberativo, presidida por Marcelo Teixeira, entender qual o teor dos questionamentos. Segundo ele, mais pedidos serão protocolados, estes com acusações mais graves do que a do primeiro.

- Peres não tem de explicar nada a mim, tem de explicar para o Conselho. Quem vai votar são todos os conselheiros. No meu entendimento, ele feriu o estatuto. Perto do que existe hoje, esse é muito fraco, virão outros pedidos. No sentido do que a gente tomou conhecimento, ele é contundente. Tem base legal. É importante. Mas outros que virão na sequência serão fortes e mais fáceis de entendimento como um todo. Se o Conselho entender o que está escrito, pode derrubar o presidente. Quem vai decidir é o Conselho - ponderou, e completou:

- Não tenho e nem nunca tive relação com Peres e tampouco com o Rollo, que é apenas um cara que conheci pelo Santos.

Chapa de membro do Comitê de Gestão tem dez assinaturas

Ainda segundo Alexandre, conversas esporádicas e ideias "afinadas" foram suficientes para os conselheiros protocolarem o pedido. O LANCE! teve acesso ao documento e constatou que dos 22 conselheiros, dez entraram no Conselho Deliberativo pela chapa Santástica União, do então candidato à presidência Andres Rueda. Hoje, Rueda faz parte do Comitê de Gestão de Peres. Procurado, não respondeu.

Outros sete, contanto Alexandre, foram eleitos pela "Santos Gigante", do ex-presidente Modesto. Apenas um entrou no Conselho pela própria chapa "Somos Todos Santos", de Peres e Rollo. Os quatro restantes são hoje conselheiros efetivos do Alvinegro.

- Não faço nada sozinho, é preciso sempre ter uma pessoa que se prontifica e acredita na questão, estuda um pouco, esse alguém fui eu. Nós tivemos uma conversa aqui e ali, temos uma conversa não constante, mas vamos afinando as ideias, divulgando as questões e então chegamos a esse consenso. Foram várias chapas. Não é só chapa do Modesto, não é política. Óbvio que para eu entrar com um pedido desses, pelo estatuto, eu tenho que ter a assinatura de 20 conselheiros. Há outras chapas - finalizou.

Confira os nomes e as chapas dos 22 conselheiros que assinaram o pedido de impeachment contra José Carlos Peres:

Membros efetivos do Conselho

Humberto Nunes

Nelson Rodrigues de Oliveira

Paulo Sérgio Wagner de Andrade

Odair Ribeiro Leal

Chapa 1 - Somos Todos Santos (de José Carlos Peres, candidato na eleição e hoje presidente do clube)

Anderson Aparecido Alves de Almeida

Chapa 3 - Santástica Unidão (de Andres Rueda, candidato na eleição e hoje membro do Comitê de Gestão)

Adilson Ricardo Gonçalves

Antônio Alfredo Glasham

Antônio Carlos Velloso V. Marcondes

Cláudio Luis Salvador Lourenço

Cláudio Luiz Caldas

Clovis Eduardo Ruiz Cimino

Jairton Flávio Seixas

Roberto Carlos Martins Pires

Vagner Lombardi Junior

Vanir Alberto Matteo

Chapa 4 - Santos Gigante (de Modesto Roma Júnior, candidato na eleição e ex-presidente do clube)

Alberto Francisco de Oliveira Júnior

Alexandre Santos e Silva (líder do pedido)

Alexandro Pereira Soares

Benedito de Andrade Fernandes

Cássio Frederick G. Richter

Marcio Rosas

Rafael Vitta Costa (ex-membro do Comitê de Gestão no triênio de Modesto)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos