Ponte Preta rebate denúncia de Náutico: 'Sem irregularidade'

A partida entre Ponte Preta e Náutico já acabou dentro de campo, mas fora do gramado ainda tem repercussão. Após confronto, que ocasionou na desclassificação do time pernambucano, a diretoria do Timbu alegou que Júnior Santos e Igor, da Macaca, estariam escalados de forma irregular na Copa do Brasil.

O clube paulista rebateu a denúncia do Náutico e citou ofício da CBF. A entidade confirmou que ambos jogadores estão validados para atuar na competição nacional.

NOTA OFICIAL

A Ponte Preta informa a todos os interessados que eliminou o Náutico, adversário que merece todo o respeito, dentro do campo, por um placar acumulado de 3 a 1 em duas partidas na qual a Ponte venceu dentro de campo, por meio do futebol e de maneira totalmente legal. Em relação a um suposto questionamento do Náutico referente aos atletas Igor e Júnior Santos, a Ponte não recebeu nenhuma citação formal até o momento, por isso não sabe se a denúncia realmente existe, porém já adianta-se em informar que, quando contratou ambos os atletas, consultou a Confederação Brasileira de Futebol - que é tanto o órgão organizador quanto autoridade maior do esporte no país - sobre o fato e recebeu da CBF o aval para utilização dos atletas. Só com este aval em mãos é que eles foram colocados à disposição do técnico Doriva. O ofício da CBF será apresentado ao Tribunal assim que a Ponte for notificada, caso efetivamente a denúncia tenha sido feita e caso seja aceita pelo STJD.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos