Roger confirma Dracena e Borja e mantém dúvida sobre Lucas Lima

Roger Machado confirmou nesta sexta-feira, após comandar um treino fechado na Academia de Futebol, que Edu Dracena e Borja serão titulares do Palmeiras na partida contra o Internacional, às 16h de domingo, no Pacaembu, pela segunda rodada do Brasileirão. Outra novidade pode ser a ida de Lucas Lima ao banco de reservas, mas esta mudança o técnico ainda não confirmou. Moisés é o maior candidato a substituí-lo, já que Guerra e Michel Bastos estão vetados.

O provável Palmeiras tem Jailson, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo e Bruno Henrique; Dudu, Moisés e Keno; Borja.

- O Lucas, nos últimos jogos, de fato não atuou no mesmo nível de antes. Mas confio muito. Ainda não decidi o que fazer. Tenho o treino de amanhã ainda, foram importantes as observações de ontem e hoje. Ele ainda goza de muito prestígio - disse Roger, que tem cobrado do camisa 20 que atue entre as linhas de marcação do adversário e recue menos para buscar jogo.

- O Lucas foi o maior assistente do nosso time no Paulista. Ele vem atuando com regularidade, talvez não de acordo com a expectativa que se gerou na época da contratação. Temos ajudado o Lucas em alguns detalhes de posicionamento. Contra o Botafogo ele tentou muito fazer o que foi solicitado, trabalhar perto do gol, nas costas do adversário. Hoje o trabalho foi em cima disso também. A gente não pode de forma alguma personificar o mau momento. Nos últimos três jogos, nós tivemos má atuação no primeiro tempo contra o Botafogo. Os outros resultados foram circunstanciais - emendou.

No treino de quinta-feira, Roger Machado já havia testado Moisés como armador na vaga de Lucas Lima. A atividade também indicava que Edu Dracena tomaria o lugar de Thiago Martins e que Borja voltaria à equipe, provavelmente na vaga de Willian. O treinador confirmou as mudanças na zaga e no ataque.

- O Edu traz a qualidade do seu jogo, a imposição pela bola aérea, assim como Tonhão (Antônio Carlos) e Thiago. Mas o Edu me dá a experiência dele, nos ajuda a equilibrar o time nesse momento de maior instabilidade. O Edu eu confirmo no lugar do Thiago.

- O Miguel já ficou ausente em outros momentos pelo pequeno problema no joelho. Quando ele relata mais dor a gente faz um treino diferenciado, mas não é nada que o jogador não administre. Atleta de alto rendimento convive com a dor. Não impede de jogar em alto nível - disse Roger, sobre Borja, que ficou fora contra o Botafogo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos