Bruno Henrique vê Jair fundamental em retomada ao Santos e cita medo

  • Ivan Storti/Divulgação

O Santos entra em campo neste sábado, às 16h, para enfrentar o Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador, mas a grande novidade não estará entre os 11 titulares e sim no banco de reservas.

Afastado desde 17 de janeiro, quando levou uma forte bolada no olho direito, Bruno Henrique, enfim, voltou a ser relacionado para o jogo do Peixe e está à disposição do técnico Jair Ventura. Emocionado e ansioso, o camisa 11 contou que teve muito medo de não retornar aos gramados e que se apoiou no treinador carioca para evoluir no período em que esteve afastado.

"Jair é um cara muito bacana. Foi pela fundamental nos momentos de dificuldade. Ele era um cara que me ligava sempre, perguntava como eu estava, me pedia para aparecer no CT e fazer tratamento... Quando voltei a fazer trabalho de campo, ele me ajudava, me ajudava na finalização. Foi fundamental para mim", disse Bruno, e completou.

"Desde o começo, Jair lamentou minha ausência. Mas nesse termo de lamentação, ele sempre me jogava pra cima, dizendo que eu poderia voltar, que era para eu ter calma, para eu não me apressar, pois ele sabia que eu poderia voltar. E que quando eu voltasse, que ele queria o Bruno que atuou em 2017", disse.

De fato, em praticamente todas as entrevistas que deu desde sua chegada ao Santos, o treinador fez questão de enfatizar o quão ansioso estava para poder utilizar Bruno. Jair teve apenas um jogo com o camisa 11. Agora, finalmente, os dois poderão pensar no trabalho a longo prazo.

Medo de não voltar a jogar

O problema de Bruno no olho direito, a princípio, parecia algo de fácil resolução: após a bola, repousaria por alguns dias, ficaria afastado do time por dois ou três jogos e voltaria a treinar conforme o local desinchasse. Porém, a lesão tomou outro rumo e se tornou algo gravíssimo, a ponto do Santos temer liberará-lo por voltar a jogar mais de três meses depois do problema. Nesse período, Bruno Henrique teve medo.

"Nunca tinha acontecido isso comigo, de eu ter ficado parado por tanto tempo. Essa lesão quase me tirou do campo e me preocupou muito. Mas com a ajuda do departamento médico pude voltar em alto nível. Isso se fortaleceu dentro de mim, que a minha recuperação estava próxima. E hoje posso declarar que estou recuperado. Vou voltar o que eu gosto de fazer", explicou.

Antes de retornar à lista de relacionados, Bruno ficou perto de ir aos Estados Unidos para se consultar com um especialista. Sem visto, acabou indo para um Centro de Excelência em Frankfurt, na Alemanha, para consulta e exames oftalmológicos com o Professor Doutor Claus Eckardt, que o liberou para retornar aos gramados. O Doutor Jorge Merouço, chefe do departamento médico do Santos, acompanhou o atacante na viagem.

A tendência é que Bruno retorne ao time aos poucos. Embora tenha sido relacionado para o jogo desde sábado, se entrar em campo, será por poucos minutos. O camisa 11 ainda precisa retomar o ritmo para, então, voltar a se encaixar de vez na rotina do clube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos