Após revés, Jair Ventura espera por evolução de Bruno Henrique no Peixe

Embora o Santos tenha perdido para o Bahia, teve ao menos uma boa notícia em Salvador: a partida marcou o retorno de Bruno Henrique aos gramados. O camisa 11 estava afastado desde janeiro por séria lesão no olho direito. Fã declarado do jogador, o técnico Jair Ventura espera que o atacante retome o melhor ritmo de jogo e, assim, volte a ser decisivo para o Santos.

- Sentimos que ele ainda está um pouco sem ritmo de jogo. Entrou em um duelo quente, pesado, de força, e mesmo assim conseguiu corresponder. Criou algumas chances, deu passes, dribles. O Santos ganha com o retorno desse jogador e vai ficar mais forte - ponderou o treinador.

Bruno terá dois treinos, um deles regenerativo, para trabalhar antes da partida contra o Estudiantes, nesta terça-feira, na Vila Belmiro. A tendência é que o camsia 11 ainda comece entre os reservas e ganhe mais alguns minutos no duelo contra o time argentino.

Problemas?

O retorno do atacante deve gerar uma certa dor de cabeça ao treinador. Já que os titulares no setor atualmente são Eduardo Sasha, Rodrygo e Gabigol. Jair terá algumas opções, uma delas é usar uma formação com quatro atacantes, tirando Jean Mota da equipe titular quando Bruno estiver apto a atuar por 90 minutos. Outra é fazer o que fez contra o Bahia, tirando Rodrygo para a entrada de Bruno. O problema é que o garoto de 17 anos é o xodó dos santistas e tem se destacado.

Gabigol, que não marca há oito jogos, tem sido usado como centroavante e não vive boa fase. O camisa 10 também pode perder seu lugar no time. Recém-contratado até 2022, Eduardo Sasha dificilmente perderá a vaga no setor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos