Com jogo 'nota 10' de Pavón, Boca fica perto do bi na Argentina e tem dúvidas para enfrentar o Palmeiras

Adversário do Palmeiras nesta quarta-feira, pela Libertadores, o Boca Juniors (ARG) pode conquistar o título argentino no fim de semana, dois jogos antes do fim da competição. O time depende de uma combinação de resultados, mas ficou bem mais perto do bicampeonato nacional ao vencer no domingo o Newell's Old Boys, por 3 a 1. Pavón, o nome do jogo, é o destaque na imprensa do país nesta segunda-feira. Sobre o encontro com o Verdão, dois jogadores são tratados como dúvidas.

As matérias destacam a atuação do camisa 7, que deu a assistência para o primeiro gol de Ábila, ex-Cruzeiro, e fechou o placar com um belo chute. O diário "Olé", nas atuações da partida, deu nota 10 para o atacante, também autor do passe para o gol de Tevez no empate em 1 a 1, no Allianz Parque.

No jornal "Crônica", o "SuperPavón", que chegou a 65 partidas consecutivas como titular, é considerado um alívio para dois técnicos: Guillermo Barros Schelotto, comandante do Boca, e Jorge Sampaoli, treinador da Argentina.

Para Schelotto, o resultado foi decisivo, já que sua equipe, apesar de liderar desde o início o Argentino, vinha de uma sequência ruim, com derrotas no torneio para o Defensa y Justicia e Independiente, além do revés para o rival River Plate, na final da Supercopa Argentina.

Quanto a Sampaoli, há um clamor entre os torcedores do Boca pela presença de Pavón na Copa do Mundo da Rússia. Claudio Caniggia, que jogou no Boca e na seleção, esteve na Bombonera domingo e aumentou o lobby pelo camisa 7 na lista do Mundial, em um momento que a Argentina está em crise, especialmente após o 6 a 1 sofrido para a Espanha, em amistoso no fim de março.

Dúvidas para enfrentar o Verdão

O volante Wilmar Barrios e o meia Edwin Cardona, lesionados, apenas assistiram à vitória do Boca no domingo. Eles são tratados como dúvidas para o confronto com o Palmeiras, às 21h45 (de Brasília), na Bombonera, mas a tendência é de que não joguem.

O zagueiro Goltz, que se machucou na partida contra o Verdão, deve voltar ao time apenas depois da Copa do Mundo, assim como o atacante Benedetto. Tevez, autor do gol no Allianz Parque, foi titular contra o Newell's, assim como o lateral-esquerdo Fabra, que sentiu cãibras no domingo e não preocupa.

Schelotto deve ter como novidade em relação ao empate em 1 a 1 o volante Nahitan Nández, que cumpriu três jogos de suspensão por conta da confusão que se envolveu com Felipe Melo, na Libertadores do ano passado, ainda pelo Peñarol. Ele é, inclusive, o candidato a jogar na vaga de Barrios.

O Palmeiras lidera o grupo 8 da Libertadores, com sete pontos em três jogos; o Boca é o segundo, com cinco.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos