Rodrygo encanta, leva prêmio e dá receita para o sucesso no Santos

Está virando rotina, mais uma vez o Santos saiu vitorioso e a torcida presencia uma atuação acima da média do garoto Rodrygo. Dessa vez a vítima foi o Estudiantes, da Argentina, que foi derrotado por 2 a 0, na Vila.

Eleito melhor jogador da partida, o raio santista não precisou fazer gols ou dar uma assistência para se destacar, bastou a ele desequilibrar com dribles e jogadas individuais, algo que não é novidade em sua opinião. E ainda conta com a aprovação dos colegas de seu convívio escolar.

- Claro que valeu ter faltado na aula para jogar, já virou rotina faltar para disputar a Libertadores. Ganhei o troféu de melhor jogador da partida, acho que meus companheiros de classe vão aprovar a atuação. Jogar bem está na mente. Ano passado, eu estava nessa mesma Vila Belmiro e triste pela desclassificação do Santos na Libertadores. Hoje estou aqui. O importante é manter a concentração e ter personalidade - declarou o garoto na saída do gramado.

Susbstituído aos 35 minutos do segundo tempo, Rodrygo entendeu a opção de Jair Ventura, que já o tinha visto sofrer um choque forte com Gómez, aos nove.

- A pancada foi muito forte. Acabei vomitando. Mas deu para continuar. Estou pronto para outra. Claro que não quero ser substituído, a gente sempre quer jogar mais. Mas o professor Jair fez certo, eu já não estava rendendo tanto como deveria.

O Santos volta a campo na próxima terça-feira, pela Copa Libertadores, para enfrentar o Nacional, no Uruguai.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos