Dudu valoriza atuação e minimiza protesto: '16 milhões gostam de mim'

Se não der para falar que o Palmeiras lavou a alma e espantou os fantasmas na vitória sobre o Boca, por 2 a 0, na Bombonera, ficou muito próximo disso. A atuação e o placar excelentes fizeram com que o time desse mais um passo para virar a página de acontecimentos recentes. O mesmo serve para Dudu, hostilizado por alguns torcedores do clube, Argentina.

Para o camisa 7 do Verdão, o episódio não representa a torcida palmeirense, a qual ele tem certeza de que confia em seu trabalho e o admira, assim como ele conserva carinho pelo clube.

- Sinceramente eu não sei (o motivo das críticas). Sempre que vesti essa camisa joguei com muita raça. Não foram alguns torcedores, foi um torcedor só que estava falando. O Palmeiras tem 17 milhões de torcedores. Tenho certeza que 16 e meio gostam de mim. Tenho certeza que a maioria gosta muito de mim, eu gosto muito do clube e todos sabem disso. Sempre respeito o clube e vou continuar respeitando - declarou o meia-atacante em coletiva após a partida.

Na zona mista, enquanto falava, Dudu foi interrompido por Alexandre Mattos, que saiu em defesa do jogador e destacou a importância do camisa 7 para o Verdão.

- Se uma vez ou outra ele fica nervoso, é porque ele tem coração, ele dá a vida. Tem que entender que o cara é ser humano, que no início do ano ele recusou milhões porque ama esse clube. Estava nervoso, não comemorou, mas temos que entender, porque esse cara dá a vida - afirmou o dirigente.

Dudu também comentou sobre a postura do time, na Bombonera. Segundo o capitão do Palmeiras, se o grupo mantiver o desempenho que mostrou diante do Boca Juniors, dificilmente será batido.

- A gente sabe da qualidade do nosso time. Se a gente tiver vontade, se a gente tiver raça, se a gente jogar compactado, igual a gente fez hoje, a gente vai muito longe. A gente estava com confiança, todo mundo estava com confiança, às vezes as coisas não acontecem do jeito que a gente quer, tem que ter paciência, fazer o que a gente fez hoje. A gente está de parabéns pelo jogo e agora é pensar na Chapecoense - disse o camisa 7 à Fox Sports.

O Palmeiras volta a campo no próximo domingo, para enfrentar a Chapecoense, no Allianz Parque, em jogo válido pela 3ª Rodada do Brasileirão-2018. Já pela Libertadores, o Verdão terá compromisso no dia 3 de maio, contra o Alianza Lima, no Peru. O time brasileiro entra em campo com a classificação garantida para as oitavas de final da competição.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos