Queda em números: Fla tem seu pior desempenho na Liberta na Colômbia

O futebol do Flamengo não empolgou o torcedor ainda em 2018. Até por isso, Carpegiani foi demitido em março. De lá para cá, o time não chegou à evolução esperada sob o comando de Maurício Barbieri, interino até segunda ordem.

Ainda mais preocupante é que diante do Santa Fe, no empate em 0 a 0 desta quarta-feira, o Rubro-Negro alcançou os seus piores números - em finalizações, passes e cruzamentos - nas quatro rodadas da fase de grupos da Libertadores.

Na atuação no Estádio El Campín, o Flamengo teve desempenho pior do que nas três primeiras rodadas - contra o River Plate e Santa Fe, no Rio, e Emelec, no Equador - em número absoluto e percentual. O único quesito em que a equipe não decepcionou no Bogotá foi o desarme: foram 24 na Colômbia.

Confira os números do Footstats da campanha do Flamengo na Libertadores:

1ª rodada: Flamengo 2x2 River Plate

314 passes certos (89,7% de aproveitamento)

5 finalizações certas (50% de aproveitamento)

4 cruzamentos certos (22,2% de aproveitamento)

11 desarmes certos

2ª rodada: Emelec 1x2 Flamengo

269 passes certos (90% de aproveitamento)

7 finalizações certas (33,3% de aproveitamento)

7 cruzamentos certos (39% de aproveitamento)

25 desarmes certos

3ª rodada: Flamengo 1x1 Santa Fe

426 passes certos (91,8% de aproveitamento)

6 finalizações certas (40% de aproveitamento)

9 cruzamentos certos (32,1% de aproveitamento)

10 desarmes certos

4º rodada: Santa Fe 0x0 Flamengo

238 passes certos (87,2% de aproveitamento)

1 finalização certa (20% de aproveitamento)

0 cruzamento certo (0% de aproveitamento)

24 desarmes certos

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos