Em despedida do Vasco, Paulinho cita projeto do Bayer para transferência

A sexta-feira foi de despedida no Vasco. O atacante Paulinho, ao lado do presidente Alexandre Campello, concederam entrevista coletiva após a confirmação da venda do jogador ao Bayer Leverkusen, da Alemanha. No pronunciamento antes do início das perguntas dos jornalistas presentes no Complexo Esportivo de São Januário, Paulinho destacou que a decisão foi dele, lembrando o fato de o Cruz-Maltino também necessitar da venda por conta da parte financeira.

- O projeto apresentado foi muito importante, o desenvolvimento da minha carreira. Conversamos bastante. Acho que foi muito importante para mim. Espero que lá consiga me desenvolver muito rápido. A decisão foi minha. O Vasco também precisa dessa parte financeira. Também foi muito bom para mim. Eu tinha essa vontade de jogar na Europa. Vou procurar me desenvolver para ter uma boa carreira e chegar onde eu quero - afirmou o jogador.

Os torcedores do Vasco, por meio das redes sociais, criticaram bastante a venda de Paulinho. Presidente cruz-maltino, Alexandre Campello destacou que a vontade da diretoria era de manter o atacante em São Januário por um período maior, mas as dificuldades financeiras foram decisivas pelo fato de a proposta do Bayer ter chegado a 20 milhões de euros (aproximadamente R$ 84 milhões).

- Queríamos manter o Paulinho por mais um ou dois anos, três anos, quanto tempo fosse possível. Entendemos que é um jogador que num futuro próximo deverá crescer muito. Ocorre que, hoje, o Vasco atravessa um momento financeiro delicado. Ao longo desse ano, duas propostas pelo jogador... Uma de 14 milhões de euros e outra, do Bayer, que estava disposto a pagar 20 milhões de euros - discursou o mandatário.

Paulinho desembarcará na Alemanha no meio deste ano, quando completará 18 anos (faz aniversário em 15 de julho). O Vasco manteve 10% dos direitos do atacante na negociação. Com isso, a transação acabou sendo fechada em 18,5 milhões de euros (cerca de R$ 77,7 milhões). Este montante pode chegar a 26,5 milhões de euros (cerca de R$ 111,2 milhões) em caso de metas alcançadas. Em futuras transferências de Paulinho, porém, o Vasco seguirá recebendo 10% do valor das negociações, além do dinheiro que tem o mecanismo de solidariedade da Fifa como referência.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos