'Faltou competitividade', diz Enderson Moreira após derrota para o Vasco

O América-MG não esperava por um jogo fácil fora de casa, mas a derrota por 4 a 1, de virada, para o Vasco, em partida válida pela quarta rodada do Brasileirão, deixou o time claramente abalado. Durante entrevista coletiva concedida após o confronto, o técnico Enderson Moreira foi claro e pontual ao dizer que a superioridade do Vasco foi nítida diante de um Coelho pouco competitivo.

Na visão do treinador, o desempenho dos seus comandados no decorrer da partida fez com que a vitória parcial, por 1 a 0, conquistada no primeiro tempo do confronto em São Januário, parecesse mentira.

- O resultado do primeiro tempo foi uma mentira também. A gente não jogou do jeito que a gente sabe jogar. A gente até se defendeu bem, deu poucas oportunidades para o Vasco no primeiro tempo, mas muito distante daquilo que a gente consegue fazer. Não foi nem merecido aquele 1 a 0. Talvez, um 0 a 0 (no primeiro tempo) fosse mais justo. O Vasco foi superior o tempo todo e mereceu a vitória. Temos que reconhecer isso. Quarta-feira, o Vasco passou por situação parecida (foi goleado por 4 a 0 pelo Cruzeiro, em São Januário, pela Libertadores). Hoje (sábado) foi o nosso time. Não conseguimos jogar, fazer o que fazemos normalmente. Não tem muito o que lamentar. Tem que levantar a cabeça e focar na próxima partida.

No primeiro tempo da disputa, só deu América-MG. Jogando fechado, o time buscou contra-ataques e conseguiu criar boas chances até abrir o placar com pênalti cobrado por Rafael Moura. O Vasco, pouco apareceu, mas voltou com postura totalmente diferente para o segundo tempo e ofuscou o adversário, recuperando o resultado.

A queda de rendimento do Coelho foi crescente e a defesa passou a falhar na etapa final, o que resultou nos quatro gols sofridos em 45 minutos. Para Enderson Moreira, o principal agravante da derrota foi a falta de competitividade do time mineiro.

- Nosso time não fez o que costuma fazer. É um time competitivo, que disputa bem o jogo, participa, perde e ganha, mas, ao mesmo tempo, briga o tempo todo. Hoje, fomos muito aquém no aspecto de competitividade, que é uma marca da equipe. Quando não competimos em bom nível, num campeonato assim, nossas chances diminuem. O que determinou hoje foi a falta de competitividade da equipe. Todos nós sabemos do poder dessa equipe. A gente lamenta, era um momento importante, mas dentro de um campeonato difícil, vamos preparar para a próxima partida.

O resultado deixa o América-MG na quinta colocação do Campeonato Brasileiro, com seis pontos. Pela competição, a equipe volta aos gramados no dia 16, quando enfrenta o Ceará, às 20h, no Castelão, em partida válida pela quinta rodada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos