Marcos Rocha valoriza Copa do Brasil: "Tem que jogar com força máxima"

  • Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

    Marcos Rocha vai reencontrar o América-MG, clube que já defendeu

    Marcos Rocha vai reencontrar o América-MG, clube que já defendeu

Pelas palavras do lateral direito Marcos Rocha, o Palmeiras vai executar o planejamento de utilizar força total em três partidas consecutivas. A primeira foi a vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-PR, domingo, em Curitiba, pelo Brasileirão. A segunda será nesta quarta-feira, às 19h30, contra o América-MG, no Independência, abrindo as oitavas de final da Copa do Brasil. Por fim, tem o clássico contra o Corinthians, às 16h de domingo, em Itaquera, novamente pelo Brasileiro.

"Acho que no momento o Roger vai usar a equipe principal. A gente tem uma reunião agora para discutir isso. Acho que a gente tem que jogar com força máxima, é importante vencer a Copa do Brasil", disse o lateral, antes do treino fechado comandado por Roger Machado nesta terça-feira, na Academia de Futebol.

Segundo Marcos Rocha, a notícia de que Anderson Daronco apitará o dérbi de domingo ainda nem chegou aos jogadores. Muitos do elenco atual saíram de Itaquera insatisfeitos com a arbitragem dele no clássico pelo Brasileirão do ano passado, vencido pelo rival por 3 a 2 com um gol impedido de Romero.

"A gente está focado só no América. A gente nem sabe ainda quem vai ser o árbitro, não paramos para discutir o jogo contra o Corinthians. A Copa do Brasil é importante para o nosso elenco, é importante vencer. Na quinta-feira a gente pensa no clássico", disse Rocha.

Com passagens por América-MG e Atlético-MG, o lateral não esconde a motivação extra por jogar no Independência.

"É um momento especial, sim. Foram mais de 50 jogos pelo América, foi uma oportunidade que eu procurava para mostrar meu futebol, o América me ofereceu isso. Joguei uma Série B, uma Série A e consegui me destacar para voltar ao Atlético. Fica aquele respeito, um carinho. Tem alguns funcionários da minha época. Sempre vai haver um respeito da minha parte. Estou bastante feliz por voltar a Minas. Vou poder encontrar minha família e jogar no Independência, onde tenho uma história, momentos marcantes".

A tendência é que o Palmeiras atue com Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima; Keno, Dudu e Borja.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos