Gabigol brilha de novo, Santos bate o Paraná e se recupera no Brasileirão

Com o mesmo enredo do jogo anterior, contra o Luverdense, pela Copa do Brasil, e sob o comando de Gabigol, Rodrygo e Sasha, o Santos bateu o Paraná por 3 a 0, ontem, na Vila Belmiro, saiu da zona de rebaixamento e subiu para a 11ª posição da tabela de classificação.

Depois de um primeiro tempo ruim, o Alvinegro despertou na volta do intervalo e contou novamente com gols dos Meninos da Vila, e assistências de Eduardo Sasha, para garantir a segunda vitória no Brasileirão-2018.

15 minutos de apagão

O Peixe pareceu não ter se ligado que a partida havia iniciado até os 15 minutos da primeira etapa. Isso porque, nesse período, o Paraná, com boa atuação de Caio Henrique, aproveitou a sonolência do adversário e chegou com perigo duas vezes, após desatenção da linha defensiva santista, incluindo uma saída errada de Veríssimo, que abusou da sorte.

Sonolência também no ataque

Foram poucas as chances santistas no setor ofensivo, mesmo com Gabriel aberto e Sasha centralizado, receita que teve sucesso na goleada contra o Luverdense, na última quinta-feira. Na melhor oportunidade da etapa inicial, Dodô cruzou e Rodrygo cabeceou para defesa tranquila de David, goleiro paranista.

Vanderlei salva! Sempre ele!

Pouco antes do intervalo, o lateral-direito Alemão, do Paraná, tabelou com Carlos, finalizou e exigiu grande defesa de Vanderlei. Logo em seguida, Silvinho emendou chute de fora da área e viu a bola passar perto da trave do goleiro santista.

Intervalo reanimador

Bastou um minuto do segundo tempo para o Santos mudar de postura. Após cruzamento de Bueno, a bola sobrou para Gabigol, que tentou finalizar, mas Sasha desviou de cabeça para a bola chegar em Rodrygo, que completou para o gol, o sexto do raio santista na temporada.

Gabigol e três pontos na conta

O Santos desencantou de vez e contou com Gabigol iluminado para ampliar o placar. Primeiro com uma assistência de Sasha, aos 13 minutos, e depois com passe de Arthur Gomes, que havia acabado de entrar, aos 30 minutos da etapa final. O Paraná ainda descontou com Silvinho, já nos acréscimos da partida.

E agora?

Enquanto o Peixe se recupera no Brasileirão e enfrentará o Luverdense pela Copa do Brasil na próxima quinta-feira, fora de casa, o Paraná amarga a lanterna do campeonato e pega o Grêmio, como mandante no próximo domingo.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 3 X 1 PARANÁ

Local: Vila Belmiro, Santos (SP)

Data-Hora: 13/5/2018 - 19h

Árbitro: Wagner Reway (Fifa/MT)

Auxiliares: Alessandro Alvaro Rocha Matos (Fifa/BA) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)

Público/renda: 3.971 pagantes/R$ 140.110,00

Cartões amarelos: Gabriel (SAN), Vitor Feijão e Torito González (PAR)

Cartões vermelhos: -

Gols: Rodrygo (1'/2ºT) (1-0), Gabriel (13'/2ºT) (2-0), Gabriel (30'/2ºT) (3-0), Silvinho (47'/2ºT) (3-1),

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Vecchio, aos 33'/2ºT), Vitor Bueno (Diego Pituca, aos 26'/2ºT) e Jean Mota; Gabriel, Eduardo Sasha e Rodrygo (Arthur Gomes, aos 30'/2ºT). Técnico: Jair Ventura.

PARANÁ: David; Alemão, Jesiel, Rayan e Igor (Júnior, aos 29'/2ºT); Wesley Dias, Torito González (Alex Santana, aos 24'/2ºT) e Caio Henrique; Léo Itaperuna (Vitor Feijão, aos 17'/2º), Silvinho e Carlos. Técnico: Rogério Micale.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos