Topo

Esporte


Barbieri defende Dourado: 'Temos que fazer que a bola chegue melhor'

20/05/2018 15h44

Quando Henrique Dourado foi substituído aos 44 minutos da etapa final, algumas vaias foram ouvidas vindo das arquibancadas do Maracanã. A torcida não aprovou a atuação do camisa 19 diante do Vasco, no sábado, no empate em 1 a 1. Após o clássico, no entanto, o treinador Maurício Barbieri saiu em defesa do centroavante.

Para o técnico, Dourado vem em uma sequência de boas partidas, apesar de não ter repetido o bom desempenho no Maracanã. Além disso, Barbieri afirmou que a responsabilidade não pode estar toda sobre o camisa 19, que precisa contar com os passes e oportunidades criadas pelos companheiros, o que não aconteceu contra o Vasco.

- O Henrique (Dourado) vinha fazendo muitos bons jogos, hoje não foi uma das melhores partidas dele, mas também temos fazer com que a bola chegue melhor para dele dentro da área. A responsabilidade não é apenas dele. Ele teve um chance e guardou, o lance foi polêmico, mas ele guardou. Hoje, infelizmente, não conseguimos aproveitar - avaliou o treinador.

Antes do clássico, Henrique Dourado já havia sido questionado se concordava com as críticas de parte da torcida, que reclamam da pouca participação do centroavante durante a partida. O Ceifador respondeu que está procurando evoluir e se adaptar o mais rápido ao estilo de jogo do Flamengo.

- Meus números não estão ruins, eu me cobro muito e quero estar sempre evoluindo. Buscando melhora a cada dia, quem tem a ganhar é o Flamengo - afirmou o camisa 19.

Contratado em fevereiro, Henrique Dourado marcou oito gols pelo Flamengo em 2018 - dois na Libertadores, dois no Brasileirão, um na Copa do Brasil e três no Estadual. São 21 partidas do centroavante, titular da equipe de Maurício Barbieri.

Mais Esporte