Renato analisa derrota do Santos e Ferraz lamenta: 'Fizeram o anti-jogo'

Apesar da pressão após sofreu o gol que deu a vitória ao São Paulo por 1 a 0, neste domingo, o Santos não conseguiu fazer o seu jogo e pouco ameaçou efetivamente a meta de Sidão. Em uma atuação ruim da equipe, a derrota no clássico no Morumbi despertou diferentes reações nos jogadores santistas.

Victor Ferraz lamentou o fato de o estilo de jogo adotado pelo Tricolor ter limitado as possibilidades do Peixe de atacar o rival. Para o lateral, os são-paulinos procuraram travar a partida, evitando que a bola rolasse.

- Eles conseguiram impor o rtimo de jogo no primeiro tempo. Nossa proposta não era ser defensivo, mas encurralaram a gente. No segundo tempo, ficamos no campo deles, rodamos a bola, tivemos boas chances. Eles fizeram o anti-jogo, não sei quanto tempo teve de bola jogando - reclamou o ala santista.

Já Renato preferiu analisar os erros e projetar os próximos compromissos de sua equipe do que reclamar. Para o volante, o São Paulo aproveitou os vacilos do Peixe para construir suas jogadas.

- Foi um jogo difícil, complicado. O São Paulo marcou em cima no primeiro tempo. Quando tivemos tranquilidade e tocamos a bola, eles jogaram no nosso erro. Já não estavam pressionando tanto, aproveitaram para fazer o gol. Não adianta reclamar agora, sabíamos da dificuldade e tivemos chances para empatar. Quinta, jogando em casa, importante para nós, vamos buscar classificar em primeiro na Libertadores - declarou o meio-campista.

O Santos volta a campo na próxima quinta-feira para enfrentar o Real Garcilaso, na Vila Belmiro, pela Copa Libertadores. Em caso de vitória, o Peixe garante o primeiro lugar do grupo. Se empatar, torce para que o Nacional não vença o Estudiantes, e se perder, torce para os uruguaios não pontuarem.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos