Andrés admite perder jogadores no Corinthians: 'Arábia é a nova China'

O técnico Fábio Carille admitiu a possibilidade de levar jogadores do Corinthians para o Al Wehda, seu novo clube da Arábia Saudita. E o presidente do Timão, Andrés Sanchez, sabe que a chance é grande.

- A Arábia é a nova China de uns anos atrás. Eles vão vir e levar quem quiserem. Isso vai acontecer com o Corinthians e com outros clubes. Eles estão pagando as dívidas e vão vir fortes no futebol brasileiro - afirmou Andrés Sanchez.

Além de Carille, o Al Wehda levará o auriliar Leandro da Silva, o Cuca, o preparador físico Walmir Cruz e o observador técnico Mauro da Silva. Há ainda a possilibidade de o Timão perder o preparador de goleiros, Mauri Lima, e outros profissionais que trabalham no Cifut (Centro de Inteligência de Futebol do clube).

Antes de decidir quais jogadores que pretende levar para o Al Wehda, Carille espera conhecer o atual elenco e conversar com os dirigentes do seu novo clube. No entanto, admitiu a chance de fazer propostas para atletas do Corinthians.

- Pode. Não vou tomar nenhuma decisão agora em relação a jogadores. Devo viajar no fim de semana para ter um encontro lá na Suíça, onde a Arábia Saudita vai jogar. Mas pode, sim - disse Carille, nesta quarta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos