Com dores, Ferraz vira dúvida; Braz nega Santos 'retranqueiro' com Jair

O dia foi movimentado em Santos. Primeiro, o zagueiro David Braz concedeu entrevista coletiva no CT Rei Pelé e, pouco depois, o time foi a campo para o último treino antes do jogo desta quinta-feira, às 19h15, contra o Real Garcilaso, do Peru, na Vila Belmiro. O lateral-direito Victor Ferraz não participou da atividade, pois está com dores na lombar. O camisa 4 será reavaliado antes do confronto e pode ser poupado pelo técnico Jair Ventura.

E justamente o trabalho do treinador foi tema da entrevista de Braz. Para o zagueiro e capitão do time, não há porque rotular o atual Peixe como um time "retranqueiro". De acordo com o jogador, o intuito é sempre de jogar para frente, embora nem sempre as coisas saiam como previsto.

- Vejo muita gente falando que Jair pede pra ser retranqueiro, jogar por uma bola, mas não é bem assim. As equipes trazem dificuldades para nós fora de casa, assim como trazemos na Vila e Pacaembu. As equipes jogam aqui na Vila procurando o nosso erro ou um gol de bola parada, eles vêm atrás da linha da bola. Da mesma forma, fora de casa, eles nos trazem dificuldades e não nos deixam fazer o nosso jogo - disse, e completou:

- Realmente, não estamos jogando bem fora de casa, mas estamos bem dentro de casa. Agora precisamos buscar este equilíbrio. Se a gente não tivesse levado um gol no final contra o Bahia, as palavras seriam outras, contra o São Paulo também. Vivemos de resultados, e infelizmente, eles não têm acontecido fora de casa.

A tendência é que o Santos tenha nesta quinta: Vanderlei; Daniel Guedes (Victor Ferraz), Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Yuri (Vitor Bueno), Renato e Jean Mota; Gabigol, Sasha e Rodrygo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos