Com maioria 'europeia', comissão quer evitar desgaste físico na Seleção

Como já virou rotina desde a Copa do Mundo de 2006 na Alemanha, as convocações da Seleção Brasileira para uma edição desta competição é dominada por jogadores que atuam na Europa. Ou seja, que se apresentam para a preparação após uma exaustiva temporada. E, cada vez mais, o planejamento no trabalho da comissão técnica precisa se tornar minucioso para evitar problemas que acarretem cortes.

- Copa após Copa a intensidade dos jogos está aumentando. As ações de alta intensidade cresceram em 20%. Isso nos mostra que o futebol é cada vez mais intenso. Os jogadores tem dificuldades nas Eliminatórias por conta da grama alta, por exemplo. O número de lesões pode aumentar em outras seleções. E isso se deve ao calendário. Mesmo na Europa - apontou o preparador físico da Seleção, Fábio Mahseredjian.

Apenas Cássio, Fagner, Geromel (que atuam no Brasil) e Renato Augusto (no futebol chinês) estão na metade da temporada. Todos os outros terminaram temporadas que, dependendo de cada caso, ocorreram com maior desgaste (como aqueles que atuam na Inglaterra) ou um pouco menos (como Miranda, zagueiro da Inter de Milão).

- Montamos uma bateria de exames para ver o desgaste metabólico. Através deles, verificamos que além da quantidades de jogos, o que teve de desequilíbrio muscular, a parte metabólica. Não gostaria de dizer os atletas que precisam de um cuidado maior. Vamos diminuir a quantidade de treinamentos nos primeiros dias. Nosso objetivo agora é aqueles que estão mais desgastados, que tenham um descanso maior. Na semana que vem pretendemos que todos estejam em campo - afirmou o fisiologista Luiz Antônio Crescente.

PAULINHO

O caso do volante é um caso a parte, e que inspira um maior cuidado neste início de preparação. No ano passado, ele começou atuando pelo Guangzhou Evergrande (CHN), que acompanha um calendário similar ao brasileiro. No meio do ano foi negociado com o Barcelona, que ainda iniciaria sua caminhada no calendário europeu. Resultado: somando as partinas na China, Espanha, Europa e Seleção, foram mais de 70 jogos (confira a relação completa mais abaixo).

- Nós recebemos todos os dados dos jogadores que atuam na Europa, Brasil e China, nos últimos meses. Isso nos ajudou na quantificação da carga de trabalho nesta primeira semana, para na semana seguinte terem a mesma carga - disse Fábio Mahseredjian.

SEM PREOCUPAÇÃO COM TRIO DA FINAL DA LIGA DOS CAMPEÕES

Na primeira etapa de preparação para a Copa, a comissão técnica da Seleção não contou com Casemiro e Marcelo, do Real Madrid, e Firmino, do Liverpool, que vão jogar neste sábado a final da Liga dos Campeões, em Kiev. A apresentação deles ocorrera apenas na Inglaterra, na segunda etapa dos treinamentos.

Apesar de existir a possibilidade de lesões ou mesmo um desgaste elevado, caso a partida vá para a prorrogação, do trio, a comissão técnica brasileira não demonstra preocupação no que diz respeito a eles se igualarem aos demais na questão dos trabalhos que serão propostos.

- Não sei como será. Vamos esperar ver como será a final da Liga dos Campeões. Vai ter prorrogação? Será uma vitória fácil de alguém? E também precisamos ver como esses jogadores vão se apresentar. Mas não me preocupa a performance deles. É como se a temporada seguisse - disse Fábio Mahseredjian.

FAGNER E DOUGLAS COSTA: INCERTOS EM AMISTOSOS. CORTE? POR ORA NÃO

Todas as atenções para esse pontapé da preparação estão voltados para Neymar. Após três meses de inatividade, ele mostra evolução diária. Por outro lado, outros dois jogadores ganharam atenções especiais: Fagner e Douglas Costa.

Em situações distintas (o lateral atua no Brasil, o atacante na Itália) ambos possuem problemas musculares na coxa, direita e esquerda, respectivamente. Apesar da precaução e de problemas, aparentemente não graves, não se fala em corte. Contudo, a presença de ambos no amistoso contra a Croácia, no dia 3 de junho, não é tão certa.

- Fagner e Douglas Costa estão sendo observados e devem estar aptos para a estreia na Copa. Não estamos prevendo nenhum tipo de corte neste momento. Dependendo da resposta deles, eles pode participar do primeiro amistoso ou não - declarou o médico Rodrigo Lasmar.

A RELAÇÃO DE JOGOS DOS 23 CONVOCADOS NA TEMPORADA (FIRMINO, MARCELO E CASEMIRO JÁ COM A FINAL DE SÁBADO COMPUTADA):

Goleiros

Alisson - 49 pela Roma e 6 pela Seleção

Ederson - 45 jogos pelo City e 1 pela Seleção

Cássio - 32 jogos pelo Corinthians

Laterais

Danilo - 38 jogos pelo City e 1 pela Seleção

Fagner - 24 jogos

Marcelo - 44 jogos pelo Real Madrid e 5 pela Seleção

Filipe Luís - 28 jogos pelo Atlético de Madrid e 1 pela Seleção

Zagueiros

Miranda - 31 jogos pela Inter de Milão e 6 jogos pela Seleção

Thiago Silva - 39 jogos pelo PSG e 6 jogos pela Seleção

Marquinhos - 40 jogos pelo PSG e 5 jogos pela Seleção

Geromel - 19 jogos pelo Grêmio e 1 pela Seleção

Meias

Casemiro - 48 jogos pelo Real Madrid e 7 jogos pela Seleção

Fernandinho - 48 jogos pelo City e 6 jogos pela Seleção

Paulinho - 49 jogos pelo Barcelona, 20 pelo Guangzhou e 7 jogos pela Seleção

Renato Augusto - 11 jogos pelo Beijin e 1 jogo pela Seleção

Fred - 37 jogos pelo Shakhtar e 1 jogo pela Seleção

P.Coutinho - 22 jogos pelo Barcelona, 20 pelo Liverpool e 7 jogos pela Seleção

Willian - 55 jogos pelo Chelsea e 8 jogos pela Seleção

Atacantes

Neymar - 30 jogos pelo PSG e 6 jogos pela Seleção

Gabriel Jesus - 42 jogos pelo City e 8 jogos pela Seleção

Firmino - 54 jogos pelo Liverpool e 3 jogos pela Seleção

Douglas Costa - 47 jogos pela Juventus e 3 jogos pela Seleção

Taison - 36 jogos pelo Shakthar e 2 jogos pela Seleção

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos