Mano Menezes reclama da indefinição envolvendo Dedé

O Cruzeiro ainda aguarda confirmação para poder relacionar o zagueiro Dedé no jogo contra o Santos, domingo, no Pacaembu. Como o defensor está na lista dos 35 jogadores convocados pelo técnico Tite para a Seleção Brasileira, ele não poderia disputar, nesse período, partidas pelo Campeonato Brasileiro. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) tenta a liberação do jogador.

O treinador da Raposa, Mano Menezes reclamou da indefinição envolvendo a atuação do jogador. Há poucos dias do confronto com o Peixe, o técnico lamentou a demora da resposta da CBF e afirmou que a situação é inaceitável.

- Hoje é sexta e ainda não sabemos se vamos poder utilizar um jogador importante como é o Dedé, porque ainda não temos uma posição da Confederação Brasileira, que me parece que tem chance de acontecer até as 15 horas de hoje. E que se não vier, não vamos poder utilizar o jogador na rodada. Algo, eu diria, inaceitável, para tantas informações como temos hoje, em todos os segmentos. São coisas inaceitáveis - disse o comandante.

Dedé não esteve junto com o resto do elenco durante o treino desta sexta-feira. O jogador fez algumas atividades na parte interna do clube. Caso Dedé não possa atuar, Murilo deve ser o substituto na zaga.

Como o treinamento foi fachado, os jornalistas puderam ver o aquecimento dos jogadores. Foi possível notar que o volante Henrique e o atacante Sassá, poupados dos trabalhos de quinta, estavam no gramado.

O provável para o duelo com o Santos é: Fábio; Edílson (Romero), Dedé (Murilo), Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Robinho e Thiago Neves; Sobis e Sassá.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos