Magrão pega pênalti no último lance e Sport vence o Palmeiras

O Palmeiras foi castigado pela lei do ex e pelo brilho de Magrão na noite deste sábado. Com dois gols de Anselmo e um de Rafael Marques - ambos com passagem pelo Palestra Itália -, o time perdeu por 3 a 2 para o Sport no Allianz Parque. No último lance, o goleiro rubro-negro evitou o empate ao defender um pênalti cobrado por Keno.

O time de Roger Machado, que poderia até virar líder, ficou com 11 pontos e corre risco de sair do G6. O Sport chegou aos mesmos 11 pontos e se aproximou dos ponteiros.

O que é isso, Felipe?

O torcedor do Palmeiras prendeu a respiração aos 19 minutos do primeiro tempo, quando Felipe Melo acertou Neto Moura com um carrinho violento. O camisa 30 recebeu um cartão amarelo que poderia ter sido de outra cor se o árbitro Dewson Freitas fosse um pouco mais rígido.

Àquela altura, o Sport ameaçava pouco e o Verdão alternava lances de boa movimentação de seus homens de frente com jogadas de pouca efetividade sem um centroavante fixo. Com Borja na seleção, Willian poupado e Deyverson no banco, quem jogou adiantado foi o meia Guerra. A impressão era de que uma jogada bem trabalhada pelo time da casa bastaria para o placar ser aberto.

Keno acerta o pé

O Palmeiras fez 1 a 0 aos 32 minutos, quando Keno soube preencher o espaço deixado pela movimentação de Guerra e concluiu para a rede um passe de Diogo Barbosa após boa trama que também envolveu Lucas Lima e Dudu pelo lado esquerdo.

Segundo tempo eletrizante

Dudu havia acabado de tomar a decisão errada em um contra-ataque quando Anselmo aproveitou uma pane generalizada da defesa palmeirense para empatar o jogo após uma cobrança de escanteio, logo aos cinco minutos da etapa final. A torcida, que aplaudira a equipe no intervalo, passou a se irritar a cada erro.

Roger trocou Guerra por Papagaio, um centroavante de ofício, aos 18 minutos. Lucas Lima também saiu, vaiado, para a entrada de Hyoran.

O time tentava se estabelecer no ataque quando Anselmo recebeu de Marlone, passou entre Keno e Bruno Henrique e fez o segundo do Sport em um chute cruzado, aos 27.

Apesar do clima de tensão, a torcida só apoiou a partir daí. O Palmeiras respondeu com um lindo gol de Hyoran, que acertou o ângulo de Magrão aos 36 minutos e parecia amenizar a decepção. Mas Rafael Marques apareceu aos 41 para aproveitar uma saída em falso de Jailson após escanteio e completar de cabeça: 3 a 2.

A pressão palmeirense nos acréscimos foi alucinante. Dudu perdeu uma chance na pequena área pouco antes de ser derrubado por Raul Prata. O árbitro marcou pênalti e expulsou o defensor, mas quem riu por último foi a torcida do Leão. Magrão agarrou a cobrança de Keno e garantiu uma vitória espetacular longe do Recife.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 x 3 SPORT

Data/Horário: 26/5/2018, às 19h

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)

Assistentes: Helcio Araujo Neves (PA) e Heronildo S Freitas da Silva (PA)

Público: 25.947

Renda: R$1.506.726,18

Cartões amarelos: Felipe Melo, Diogo Barbosa, Marcos Rocha (PAL); Anselmo, Ernando, Raul Prata (SPO)

Cartões vermelhos: Raul Prata (SPO)

Gols: Keno, aos 32'/1ºT (1-0); Anselmo, aos 5'/2ºT (1-1); Anselmo, aos 27'/2ºT (1-2); Hyoran, aos 36'/2ºT (2-2); Rafael Marques, aos 41'/2ºT)

PALMEIRAS: Jailson, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Deyverson - 43'/2ºT), Bruno Henrique e Lucas Lima (Hyoran - 18'/2ºT); Dudu, Keno e Guerra (Papagaio - 18'/2ºT). Técnico: Roger Machado.

SPORT: Magrão, Claudio Winck (Raul Prata - 37'/2ºT), Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Anselmo e Fellipe Bastos; Neto Moura (Rogério - Intervalo), Gabriel (Carlos Henrique - 26'/2ºT) e Marlone; Rafael Marques. Técnico: Claudinei Oliveira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos