Presidente do Corinthians diz: 'Se fosse a Crefisa, saía do futebol'

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, voltou a dar declarações envolvendo o Palmeiras. Em entrevista exibida neste domingo pelo Premiere, o dirigente afirmou que, se fosse a Crefisa, patrocinadora do rival, sairia do futebol.

- Eu, se fosse a Crefisa, saía do futebol - afirmou Andrés.

- A mulher (Leila Pereira, dona da Crefisa) fica apanhando, todo mundo criticando. Por isso que quem tem dinheiro não quer colocar no futebol. Todo mundo fica falando que é lavagem de dinheiro - acrescentou.

Andrés ainda disse que tem empresas que querem patrocinar o Corinthians. A camisa alvinegra não tem um patrocínio master fixo desde abril do ano passado, quando acabou o contrato com a Caixa Econômica Federal.

- Mesmo com o país em crise, tem umas 20 empresas querendo colocar o nome no Corinthians - declarou Andrés.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos