No Santos, funcionário ironiza Jair e enfurece conselheiro: 'Foi brincadeira'

O cenário político do Santos está em ebulição e as faíscas aumentaram diante dos últimos resultados da equipe comandada por Jair Ventura. Funcionário do clube e linha de frente na campanha eleitoral do atual presidente José Carlos Peres, o escritor Odir Cunha ironizou a situação do treinador e o péssimo momento financeiro do Alvinegro em resposta a um seguidor em seu blog, e foi duramente rebatido por um conselheiro do Peixe no Facebook. Procurado, o assessor de projetos especiais disse que foi uma "brincadeira", "tirada de contexto".

- Amanhã lançamos uma vaquinha comprar jogador e pagar a multa rescisória do Jair. Quem puder colaborar, deixe seu e-mail e telefone comigo - escreveu Odir, em seu blog, após a derrota do Santos para o Cruzeiro, no Pacaembu.

Candidato à vice-presidência na chapa de Andres Rueda, o conselheiro José Renato Quaresma publicou em seguida duras críticas a Odir. O escritor disse que não pretende responder a Quaresma, a quem acusa de estar "jogando para a meia dúzia de pessoas que acreditam nele. Trazer soluções para o Santos, ele não traz. Nesse comentário mostrou que só quer fazer política. Mas isso eu já esperava."

- Caro Odir Cunha, sempre tive respeito a sua pessoa. Mas vejo que o respeito termina quando de uma forma generalizada, você que hoje trabalha no clube, remunerado, falta com o respeito com os torcedores, sócios e simpatizantes do clube. Nesse momento tão delicado que o clube atravessa, essas suas palavras mostram o quanto vocês estão despreparados para administrar o clube. Você e outros andam debochando em redes sociais da preocupação que os amantes do clube demonstram. Acham que porque ganharam uma eleição, estão acima do bem e do mal. A ironia como vem tratando a atual fase do clube somente é uma FUGA, pois não sabem como sair dela. Não espero retratação sua. Peço a sua saída do clube! O desrespeito aos torcedores, que são o maior patrimônio do clube, passou dos limites - escreveu Quaresma, em publicação dirigida e marcada com o perfil de Odir Cunha na rede social.

A foto com o comentário de Odir circulou por inúmeros grupos ligados ao Santos e foi bastante comentada. Segundo ele, tudo não passou de uma brincadeira com um frequentador de seu blog.

- Foi uma brincadeira que fiz no meu blog, com um frequentador.

Foi só uma brincadeira entre amigos que alguém de má fé tirou do contexto e usou para conturbar bobamente - justificou-se.

Em 29 jogos, Jair tem 12 vitórias, seis empates e 12 derrotas no comando do Santos e vive situação delicada no clube. Embora esteja respaldado pela diretoria, tem sido criticado por boa parte da torcida. Em janeiro, o Santos investiu cerca de R$ 800 mil para tirá-lo do Botafogo e, assim, poder contratá-lo. Segundo Peres, "aconteça o que acontecer", o carioca de 39 anos será mantido no cargo ao menos até a pausa para a disputa da Copa do Mundo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos