Após aparecer na lista de Tite, Paquetá é 'blindado' no Flamengo

A divulgação do nome de Lucas Paquetá, na lista dos pré-selecionados por Tite para a Copa do Mundo, animou ainda mais a diretoria do Flamengo, que começará a blindar a jovem promessa rubro-negra. Na mira de diversos clubes europeu, o Fla sabe que o nome do jogador ser lembrado para ser um possível selecionável para Mundial aumenta o poder de barganha por Paquetá.

Aos 20 anos, próximo de completar 21, o jogador é o mais regular do elenco do Flamengo desde a última temporada. As boas atuações lhe renderam um novo contrato, com aumento significativo até 2020, além do aumento da multa rescisória para 50 milhões de euros (aproximadamente R$ 200 milhões). E agora, o Fla garante que não vai liberá-lo por valores muito inferiores a multa.

Alguns documentos, inclusive do futebol ucraniano, já manifestaram o interesse de compra. No momento das propostas iniciais, o Flamengo estaria disposto a liberar o jogador por algo em torno de 30 milhões de euros (cerca de R$ 120 milhões), valores que assustaram os interessados. Além disso, o Valencia, da Espanha, possui esse preferência, desde a chegada de Diego Alves.

Neste momento, se Paquetá continuar mostrando o mesmo desempenho, além do gatilho de estar na lista de Tite, o Flamengo aceitará valores só acima dos R$ 120 iniciais. E os espanhóis precisam descartar o direito de compra para haver um negócio. A tendência, se grandes clubes vierem, é que o Valencia saia do circuito.

Tranquilo por agora, Paquetá destacou o sonho de defender a Seleção Brasileira. Oficialmente, o Flamengo informa que não foi avisado pela CBF sobre o nome do garoto, porém internamente a notícia foi recebida e com muita gratidão. Afinal, isso valoriza ainda mais outra joia da base.

- O sonho de seleção está na cabeça de qualquer criança. E quando você se dedica gera sim uma esperança. Mas me incluo na seleção mesmo sem convocação e estou na torcida durante a Copa - disse o jovem, antes da lista de Tite ser de conhecimento.

JANELA AGRESSIVA PREOCUPA

Mesmo sabendo que o lucro em Lucas Paquetá pode ser estratosférico, a diretoria do Flamengo está preocupada com a atual janela de transferências europeia, que abre durante a Copa do Mundo. Neste período, é quando os clubes do Velho Continente costumam investir mais agressivamente, o que pode tirar um dos seus principais jogadores do clube por agora.

O medo do Flamengo é desfazer seu elenco logo no meio da temporada, tendo ainda a disputa da Copa do Brasil, Copa Libertadores e Brasileiro depois do Mundial. Além disso, a saída de Vinícius Júnior tem se tornado mais iminente, ultimamente, e por isso, a diretoria está nervosa com a possibilidade de perder os dois de uma vez.

O Flamengo estuda uma forma de manter Vinícius, pelo menos até dezembro, já que ele viaja em julho para assinar o vínculo de cinco temporadas com o Real Madrid (ESP), Lá, o garoto irá dar a palavra final se segue mais tempo no Rubro-Negro ou se aventura na Espanha. O bom futebol em 2018 tem despertado ainda mais o interesse merengue, que já pensa em contar com o jogador a partir de agosto.

No caso de Paquetá, caso concretize alguma negociação nos moldes que o Fla sonha, unido a vontade do atleta, o Rubro-Negro pensa que tem a obrigação de mantê-lo até dezembro, algo que será debatido com qualquer interessado. Ainda mais se Vinícius resolver mesmo deixar o clube por agora.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos