Após punição de oito dias, quarteto do Vasco será reintegrado quinta à tarde

Quarteto afastado pelo Vasco na semana passada, o grupo composto por Gabriel Félix, Wellington, Evander e Paulão será reintegrado ao elenco comandado pelo técnico Zé Ricardo na tarde desta quinta-feira. Os quatro atletas já foram avisados que precisam se reapresentar e ficar à disposição do treinador já para o clássico com o Botafogo, sábado, em São Januário. Durante o período fora, eles ficavam treinando em separado do restante do grupo, inclusive em horário oposto.

Desde que ficou decidido em afastar os jogadores, o presidente Alexandre Campello já havia definido que a punição seria de oito dias - de quarta passada até esta quarta. Na última terça-feira, Wellington, Paulão, Evander e Gabriel Félix, vale lembrar, retornaram ao Brasil após receberem uma primeira penalidade no Chile - nem ficando para a partida diante da Universidad de Chile, pela despedida da Conmebol Libertadores - depois de se envolverem em polêmica com os torcedores. No desembarque na madrugada driblaram os torcedores que foram ao aeroporto do Galeão protestar pelo caso.

A polêmica aconteceu justamente na madrugada de segunda para terça da semana passada. Os quatro jogadores publicaram a mesma foto (a presente acima) com legendas provocativas aos torcedores em seus perfis no Instagram. Os torcedores vêm cobrando Wellington, Paulão, Evander e Gabriel Félix nos jogos do Vasco, vaiando-os após verem erros prejudiciais ao time e os atletas "revidaram" as vaias. Diante da repercussão imediatamente negativa, todos os envolvidos apagaram as postagens de seus perfis.

Diante da repercussão negativa, na época, horas após a publicação das imagens polêmicas, os quatro jogadores envolvidos no caso publicaram o mesmo texto em seus perfis no Instagram com um pedido de desculpas aos torcedores. Na ocasião, afirmaram que em nenhum momento pensaram em desrespeitar a instituição Vasco da Gama, destacando que seguem comprometidos com o clube para honrar a camisa cruz-maltina em todas as vezes que forem entrar em campo.

"Queríamos pedir desculpas pela publicação feita por nós. Em nenhum momento pensamos em desrespeitar a instituição Vasco da Gama e sua imensa torcida. Sabemos o peso dessa camisa e que a cobrança é algo normal quando se joga num clube dessa grandeza. Nunca achamos que uma brincadeira iria ter essa repercussão toda. Agora, refletindo, reconhecemos que o momento para a postagem não era o ideal. O que importa é que seguimos comprometidos com o Vasco e iremos honrar essa camisa todas as vezes que entrarmos em campo", escreveram.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos