Podendo voltar a ser titular, Marcos Guilherme revê rival de sua estreia

Nesta quarta-feira, Marcos Guilherme pode retornar ao time titular do São Paulo. O técnico Diego Aguirre já admitiu que vai dosar a utilização do meia-atacante, já que ele só pode atuar mais duas vezes para se manter com chances de mudar de clube no Campeonato Brasileiro e está emprestado apenas até 30 de junho. Caso opte pelo camisa 23, o uruguaio dará a chance de o jogador reencontrar o rival de sua estreia: o Botafogo.

- Venho treinando normalmente e com muita dedicação. Estou bem e à disposição do Aguirre para ajudar o time - comentou Marcos Guilherme, que iniciou sua trajetória no clube do coração saindo do banco para fazer dois gols na vitória de virada por 4 a 3 sobre o Botafogo, no estádio Nilton Santos, em 29 de julho.

- Aquele jogo foi especial e ficará para sempre na minha memória. Nunca escondi o carinho que sempre tive pelo São Paulo desde pequeno e entrar em campo naquele dia foi inesquecível. Tive a oportunidade de defender o clube pela primeira vez e também consegui marcar dois gols importantes. Ali, iniciamos uma boa recuperação no Brasileiro.

Aquela partida foi o pontapé inicial de uma sequência que deixa Marcos Guilherme na história do Tricolor. Ele se tornou o quinto jogador a participar de mais jogos consecutivos desde a estreia: 43 partidas seguidas entrando em campo, igualando Benê, em 1961. A sequência foi interrompida ao ficar no banco diante do Rosario Central, no dia 12 de abril, na Argentina, e ele só foi titular duas vezes desde então: no time misto que bateu o Paraná por 1 a 0, em 16 de abril, e no triunfo também por 1 a 0 contra o Santos, no último dia 20.

O fim dessa sequência indicou a perda de espaço do meia-atacante no São Paulo. O Atlético-PR, que detém seus direitos econômicos, não fará valer o acordo verbal de deixá-lo até dezembro e o Tricolor, por sua vez, alega não ter dinheiro para pagar os 3 milhões de euros (aproximadamente R$ 13 milhões) exigidos em contrato por 50% dos seus direitos econômicos, fazendo ofertas abaixo desse valor.

Nesse impasse com o Tricolor, Marcos Guilherme recebeu sondagens de Corinthians, Flamengo, Cruzeiro e Atlético-MG. Como já atuou em quatro partidas no Brasileiro, pode jogar só mais duas vezes para ainda poder defender outro time no Brasileiro. E Aguirre, pensando no futuro do jogador, tem dosado sua participação, tanto que nem o relacionou para o último domingo, contra o América-MG.

Mas o treinador tende a dar descanso a alguns titulares, como Nenê ou Diego Souza, e, em vez de repetir a improvisação do meio-campista Araruna aberto pela direita do ataque, tem boas possibilidades de escalar Marcos Guilherme contra o Botafogo, às 21h desta quarta-feira, no Morumbi. Se ganhar e Flamengo, Fluminense e Atlético-MG não vencerem na rodada, o Tricolor assumirá a liderança do Brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos