Técnico da Chapecoense evita contar vantagem contra o Ceará

A Chapecoense terá o Ceará como próximo adversário do Brasileirão. O Vovô busca dar fim ao jejum de 51 dias sem vitória. Apesar da má fase do Alvinegro, Gilson Kleina, técnico do Verdão do Oeste, destacou que o time precisa estar concentrado para o confronto. O treinador também não conta com a vantagem de disputar o duelo em casa.

- O maior perigo é achar que vai ser um jogo fácil. Não podemos cair nessa armadilha. Treinador novo, se sai hostilizado do seu estado, vem com outra mobilização. Com certeza vai ter mudança. Temos que nos preparar para enfrentar o melhor do Ceará. Busca enfrentar como se estivesse vivendo um grande momento. Não atrair os problemas deles para nós, porque também temos os nossos problemas - afirmou o comandante.

A situação da equipe alviverde também não é das melhores. Com apenas uma vitória em sete jogos, a Chape está na zona de rebaixamento, com seis pontos na tabela de classificação.

- Mais importante que um grande jogo é fazer um grande resultado. A pontuação é ruim, não estava planejado isso. Não pode confundir vontade com desespero. Temos condição de fazer os três pontos - comentou Gilson Kleina.

O jogo contra o Ceará está marcado para quarta-feira, às 21h, na Arena Condá. O lateral-esquerdo Bruno Pacheco será desfalque, já que cumpre suspensão automática.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos