Chape leva a melhor na Arena Condá e afunda Ceará no Z-4

Lutando para escapar da incomoda zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, Chapecoense e Ceará enfrentaram-se na noite desta quarta-feira, na Arena Condá, em Chapecó.

Sabendo da pressão pelo momento do Vozão, a Chape não deixou barato. Sendo mais efusiva em grande parte do jogo, a equipe catarinense conquistou o placar de 2 a 0, saindo assim do Z-4 da competição, somando agora 9 pontos, pulando para a 14ª colocação, enquanto o Alvinegro segue estacionado na 19ª posição, com 3 pontos somados, sem somar nenhuma vitória até o momento na competição.

O jogo

Com um início de muito estudo por parte das duas equipes, o jogo era totalmente truncado nos primeiros 10 minutos. Se por um lado o Ceará tentava manter a posse de bola o máximo possível, por outro a Chape demonstrava que seria difícil entrar em sistema defensivo, já que a marcação do time catarinense estava na saída de bola do adversário.

Mesmo pressionando o Vozão a não conseguir desenvolver suas jogadas, a Chapecoense, com o passar do tempo, tratou ir para o ataque visando seu primeiro gol. Com isso, aos 18 minutos, a primeira boa chance do time da casa foi de Guilherme, que após receber bom passe de Leandro Pereira, finalizou para a defesa do goleiro Éverson.

Vendo a equipe local pressionar, o Ceará não deixou barato e tratou de dar a resposta. Aos 28, após cobrança de escanteio de Wescley, o zagueiro Valdo conseguiu o desvio, mas a bola acabou indo para fora.

Com a partida ficando mais movimentada, outra vez o Verdão chegou com perigo no gol dos cearenses. Aos 30, Canteiros arriscou um chute, mas a bola acabou parando em nova intervenção do goleiro Éverson.

Vendo a partida ficar mais controlada, a Chapecoense tratou de partir pra cima de vez do Ceará. Tendo duas boas chegadas, sendo a primeira no chute de Arthur que acabou indo para fora, e a segunda com Leandro Pereira, que acabou parando sendo defendida pelo goleiro Éverson, os visitantes afastavam o perigo até os acréscimos do primeiro tempo.

Com ambos os times voltando para a etapa final de jogo, apenas o Ceará resolveu mudar seu esquema tático inicial, colocando o zagueiro Tiago Alves do volante de Fabinho. E logo nos primeiros 10 minutos de jogo, foi o Ceará quem tentou pressionar mais. Em duas boas chegadas, o Vozão acabou desperdiçando a chance de abrir a contagem, para desespero do técnico Jorginho.

Sem conseguir pressionar o adversário, as substituições por parte da Chape começaram a aparecer. E surtiu efeito. Após entrar, Wellington Paulista participou do lance que originou o primeiro gol do Verdão, após cruzamento do atacante, sobrando para Arthur Caike mandar para o fundo das redes. 1 a 0.

O gol na Arena Condá deu alívio não somente aos jogadores, mas também aos torcedores que não marcavam grande presença nas arquibancadas. E aproveitando o bom momento, o clube catarinense, aos 33 minutos, Canteros, em uma bonita cobrança de falta, ampliou a contagem no marcador. 2 a 0

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 2 X 0 CEARÁ

Local: Arena Condá, Chapecó (SC)

Data-Hora: 30/5/2018 - 21h00

Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)

Auxiliares: Ricardo Junio de Souza (MG) Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)

Público/renda: 7.015 pagantes/R$ 132,850,00

Cartões amarelos: Canteros, Leandro Pereira (CHA), Luiz Otávio, Pio, Douglas Coutinho (CEA)

Cartões vermelhos: -

Gols: Arthur (18'/2ºT) Canteros (33'/2ºT)

CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Rafael Thyere, Douglas e Vinicius Freitas; Márcio Araújo, Elicarlos, Canteros; Guilherme (Wellington Paulista, aos 14/2ºT), Arthur (Bruno Silva, aos 25/2ºT) e Leandro Pereira (Alan Ruschel, aos 42/2ºT). Técnico: Gilson Kleina.

CEARÁ: Éverson; Samuel Xavier, Valdo (Reina, aos 31/2ºT), Luiz Otávio e Romário; Richardson, Fabinho (Tiago Alves, 0/2ºT) e Pio; Wescley, Hyuri (Éder Luis, aos 14/2ºT) e Douglas Coutinho. Técnico: Jorginho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos