Disputa na Seleção afunila, e Taison aponta o que o ajudou para ir à Copa

Os treinamentos da Seleção Brasileira em Londres, na Inglaterra, serão diferentes a partir desta quarta-feira. É que estão previstas as chegadas do lateral-esquerdo Marcelo e do volante Casemiro, do Real Madrid (ESP), os últimos do grupo que faltam se apresentar. Com eles, a comissão técnica deve intensificar ainda mais os trabalhos e afunilar as disputas internas por um lugar entre os 11 que iniciam a Copa do Mundo na Rússia.

Há disputas em praticamente todos os setores: lateral-direita, zaga, meio de campo e ataque. E neste ponto os jogadores acreditam que o desempenho nos treinamentos será determinante para as escolhas do técnico Tite, como disse o zagueiro Thiago Silva em solo inglês.

Será também oportunidade para quem foi questionado mostrar que merece estar entre o 23 que representarão o Brasil no Mundial. É o caso do atacante Taison, de longe o nome mais criticado da lista de Tite. O atacante do Shakhtar Donetsk (UCR) acredita que sua capacidade de atuar em pelo menos duas funções do ataque contribuiu para ele ser convocado e pode ajudá-lo na preparação.

- Na base do Internacional também jogava no meio, por dentro. Para a Europa fui por fora, pelas pontas, mudamos agora o posicionamento, jogando por dentro de novo. Acho que me ajudou bastante porque posso fazer essas duas funções e é muito bom para mim - avaliou o atacante, que atuou com Tite nos tempos de Internacional.

A briga na lateral é entre Fagner e Danilo, com vantagem para o segundo. Isso porque o primeiro se recupera de lesão na coxa direita e ainda tem participação incerta no amistoso contra a Croácia no próximo domingo em Liverpool. Na zaga, Thiago Silva e Marquinhos brigam por um lugar ao lado de miranda. A vantagem é do segundo, como já adiantou Tite.

Há uma vaga aberta no meio de campo-ataque, a princípio para três jogadores: Renato Augusto, Fernandinho e Willian. Tudo vai depender de como Tite pretende utilizar Philippe Coutinho. Se jogar aberto pela direita, Renato Augusto e Fernandinho brigam por uma vaga mais recuado. Se for por dentro, Willian deve jogar aberto pela direita.

Nesta terça-feira, Tite fez o primeiro trabalho tático em Londres, mas ainda tem dificuldade para esboçar time por conta da disparidade física do grupo entre os atletas, e a ausência de nomes como Marcelo e Casemiro, titulares absolutos do time. A partir desta quarta, essa situação deve avançar. E quem brigar mais, e oferecer mais opções ao técnico, pode correr na frente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos