Ansioso por pausa, Loss diz estar incomodado com pressão no Corinthians

  • Daniel Vorley/AGIF

    Osmar Loss comandou o Corinthians nos últimos seis jogos e venceu apenas uma vez

    Osmar Loss comandou o Corinthians nos últimos seis jogos e venceu apenas uma vez

Uma vitória em seis jogos e consequente pressão por resultados têm incomodado o técnico do Corinthians, Osmar Loss. O comandante se sente completamente gabaritado para fazer seu trabalho com excelência no Alvinegro, mas os fatores externos ao campo, como o número de desfalques, o deixam ansioso para a pausa para a disputa da Copa do Mundo. Mês no qual pretende recuperar o elenco e mostrar evolução.

"Vocês muitas vezes perguntaram para mim sobre ansiedade, no primeiro jogo na Arena, primeira vitória, resultados... confesso que a ansiedade que tenho é para dar treino, pois me considero um treinador qualificado, que consegue mostrar virtudes a serem exploradas, deficiências a corrigir. Seria presunçoso da minha parte fazer agora grandes mudanças. Tenho certeza que, com treinamentos, a gente vai melhorar muito", disse, durante coletiva no CT Joaquim Grava nesta terça-feira, e completou:

"Incomoda muito, porque sou um cara vitorioso, venci por todos os clubes que passei. Quando não foi com títulos, se traduziu pela promoção de atletas. Para uma pessoa que tem tanto sucesso naquilo que me propus a fazer, incomoda. Eu sei da minha capacidade, minha competência, sei minha qualidade, e isso me incomoda. Não que tire minha tranquilidade, eu consigo focar e no tempo que tenho para trabalhar com os atletas contribuo dá forma que é possível ser feito.

No Corinthians, por enquanto, a única vitória foi contra o América-MG. O jejum de três jogos seguidos sem um resultado positivo pode acabar nesta quarta-feira, contra o Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Para o jogo no Nordeste, o treinador deve promover a entrada de Marquinhos Gabriel no lugar de Matheus Vital. Loss explica:

"Mudança ainda não se confirmou. Mas, se for confirmada, é porque na nossa avaliação o time fica sem profundidade com Pedrinho e Matheus Vital. São dois jogadores acostumados a caírem pelo meio. Esperamos ganhar em profundidade com a entrada do Marquinhos", detalhou.

Depois do jogo de quarta-feira, o elenco do Corinthians terá dez dias de folga e depois começará um período de treinos e amistosos. Loss espera, enfim, ter a maioria de seu elenco principal à disposição. Nem o mercado de transferências assusta o treinador.

"Esperamos que sejam as menores perdas possíveis. O drama vai ser nos preocuparmos com possíveis saídas enquanto estivermos treinando. Sei que independente de sair dois ou três jogadores teremos um grupo reforçado, porque nossas perdas nessa fase foram muito grandes. A grande maioria jogadores que eram titulares antes de saírem", finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos