Após investigação, Uefa não pune o PSG pelo Fair Play Financeiro

O PSG não será punido pelo Fair Play Financeiro. Após a investigação, a Uefa concluiu que não que não houve irregularidade por parte do clube francês nas últimas três temporadas.

Entretanto, a Uefa informou que o PSG deve arrecadar cerca de 60 milhões de euros (R$ 261 milhões) em vendas de jogadores nesta temporada. A medida serve para mostrar que as finanças do clube estão balanceadas.

- O impacto financeiro das atividades de transferência a partir do verão de 2017 - até a próxima janela de transferências - e o cumprimento do requisito de equilíbrio para o exercício financeiro de 2018 permanecerão sob um exame minucioso e serão cuidadosamente analisados nas próximas semana - informou a Uefa, em nota.

O PSG foi acusado de infringir o Fair Play Financeiro da Uefa na última temporada. O clube gastou mais de 400 milhões de euros nas contratações de Neymar e Mbappé.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos