Com vice contra, Santos tem reunião decisiva por Rodrygo na hora de jogo

As próximas horas serão decisivas para o futuro do Rodrygo. O Santos tem uma espécie de reunião de emergência na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, para definir a venda do atleta de 17 anos ao Real Madrid. Estarão reunidos membros do Comitê de Gestão do Alvinegro, do Conselho Fiscal, do Conselho Deliberativo e o pai e empresário do jogador, Eric de Goes e Nick Arcuri, respectivamente. O encontro acontece na mesma hora do jogo do Peixe contra o Fluminense, às 19h, no Rio de Janeiro.

Há um imbróglio envolvendo a negociação: o vice-presidente do Santos, Orlando Rollo, e outros membros do Comitê, querem que a venda só seja concretizada mediante o pagamento da multa rescisória do jogador, 50 milhões de euros (cerca de R$ 215 milhões), enquanto Peres aceita vender o jogador por 40 milhões de euros (cerca de R$ 172). Rodrygo abriu mão de alguns milhões para que a proposta de R$ 45 milhões de euros (cerca de R$ 193 milhões) feita pelo Real acatasse o desejo do presidente.

Como detém apenas 80% dos direitos econômicos de Rodrygo, o lucro máximo do Santos é justamente de 40 milhões, mesmo que o Real subisse a proposta total. Rollo, por sua vez, diz que há uma brecha que faria com que o Peixe lucrasse mais, caso o jogador fosse vendido pela multa rescisória. Vale lembrar que Rodrygo detém 20% dos próprios direitos.

- Não vou assinar a venda. Só vou assinar se depositarem o valor total da multa. Espero por um parecer do Conselho Fiscal e do jurídico sobre a possibilidade do Santos lucrar com 100% do valor por se tratar de multa rescisória. A reunião de hoje (nesta noite) estará esvaziada e foi marcada propositalmente na hora do jogo para eu não participar - disse o vice, em contato com o LANCE!. Rollo está no Rio de Janeiro para assistir ao jogo no Maracanã.

?

Por estatuto, Peres pode tomar decisões desde que a reunião tenha cinco membros dos nove que compõe o Comitê e que haja maioria simples de voto dos presentes a favor da venda. O presidente pode dar o voto decisivo.

No entendimento do estafe do jogador, o valor que será deixado para o Santos com a venda é excelente e não há motivo para brecar a negociação, já que Rodrygo abriu mão de dinheiro e ficará com apenas 5 milhões de euros (cerca de R$ 21,8 milhões) pela transação. Não há valor de intermediação no negócio.

A reunião desta noite é decisiva, pois há a crença de que o Real vai desistir da negociação se não fechá-la nas próximas 24 horas.

Rodrygo não entrará em campo para defender o Santos nesta noite. Minutas já foram trocadas entre os clubes e há a confiança no desfecho positivo da negociação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos