Croácia se prepara para a estreia e tenta espantar 'sombra' de 1998

As entrevistas coletivas dos jogadores da Croácia em São Petersburgo, na Rússia, tem sido marcadas por perguntas sobre a possibilidade de a atual "geração de ouro" do país repetir a façanha obtida em 1998, quando a equipe liderada por Davor Suker foi até a semifinal. Madzukic já havia tentado minimizar a pressão na terça. Nesta quarta, foi a vez de Perisic e Rakitic.

- Não sei se esta é a última chance desta geração. É verdade que alguns jogadores estão no auge, e acho que alguns ainda vão ter outra tentativa - disse Perisic, atacante da Inter de Milão.

- A geração de 1998 foi ótima. Isso nos pressiona também. A seleção tinha jogadores inacreditáveis, todos de grandes clubes. Claro que todos esperam que aquilo se repita e que talvez possamos ir ainda mais longe. Temos três jogos difíceis na primeira fase - emendou Rakitic, meio-campista do Barcelona.

O técnico Zlatko Dalic comandou mais uma atividade de olho no jogo de estreia, contra a Nigéria, às 16h (de Brasília) do sábado, em Kaliningrado. Os veículos de imprensa croatas apostam que Kramaric vencerá a disputa com Mandzukic, que acaba de voltar de lesão, e iniciará como titular do ataque. O zagueiro Lovren, do Liverpool, não foi ao gramado por estar sentindo algumas dores, mas não preocupa e deve ser titular.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos