Volante da Suíça joga pressão para o Brasil: 'Tem os melhores do mundo'

O volante Gelson Fernandes foi o escolhido do dia para conceder entrevista coletiva pela seleção da Suíça, justamente a rival da estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo. Nesta quinta-feira, ciente das dificuldades que os suíços vão encontrar diante dos comandados de Tite, o defensor nascido em Cabo Verde jogou o favoritismo para o lado da amarelinha.

- O Brasil tem muita qualidade e jogadores de alto nível. São os melhores jogadores do mundo. Tem um treinador que fez o coletivo ficar forte. Mas nós também temos uma equipe forte, ambiciosa, que ganhou talento nos últimos anos. Nós não temos medo, nossos jogadores jogam em grandes ligas e estão acostumados com estrelas a cada rodada - ponderou.

Gelson é fluente em cinco idiomas e, durante a entrevista coletiva, falou em alemão, francês, italiano, inglês e português - uma marca da seleção com vários jogadores poliglotas. O volante pertence ao Eintracht Frankfurt, da Alemanha e, por isso, não esqueceu de citar o 7 a 1 aplicado pelos alemães no Brasil na última Copa do Mundo, em 2014.

- Eles têm uma história particular de 2014 que eles querem apagar - completou.

Embora tenha citado o vexame protagonizado pela Seleção Brasileira na última Copa, Gelson também se mostrou fã de uma seleção amarelinha em particular, a de 1994 que, sob o comando de Romário e Bebeto, conquistou o tetracampeonato para o Brasil, já que no restante dos Mundiais preferiu a França aos brasileiros.

- Quando era mais jovem, era fã da França. O Brasil me lembra a primeira Copa que assisti, em 94. O Romário e o Bebeto jogaram muito bem, e o Brasil ganhou da Itália na final - finalizou.

Brasil e Suíça se enfrentam neste domingo, em Rostov, às 15h. No outro jogo do grupo, Sérvia e Costa Rica jogam em Samara.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos