Espião, independência de Ibra e força mental: Suécia joga contra o 'patinho feio' do Grupo F

Depois de ter surpreendido o mundo ao ter despachado a Itália na repescagem, a Suécia terá a oportunidade de ratificar a independência de Ibrahimovic e mostrar que também pode fazer barulho no Grupo F, que já contou com a inesperada vitória do México diante da Alemanha. O primeiro desafio dos suecos ocorrerá nesta segunda-feira, contra a Coreia do Sul, às 9h (de Brasília), no Estádio Nizhny Novgorod.

Classificados com sufoco nas Eliminatórias, os sul-coreanos, aliás, devem ser o fiel da balança do grupo, o "patinho feio". Ou seja, a Suécia não pode pensar em tropeçar na estreia e, até por isso, adotou uma estratégia inusitada.

Na preparação dos rivais, os suecos contaram com um espião - Lars Jacobsson - nos treinamentos da equipe comandada por Shin Tae-yong, que tem até trocado a numeração de seus atletas para confundir os bisbilhoteiros.

- A razão pela qual eu mudei é porque não queríamos mostrar tudo ao nosso adversário. Sei que para os europeus é difícil distinguir os asiáticos, por isso que não revelamos os números desde o início - comentou Shin.

Já os suecos, que contam com Forsberg, Berg e o experiente capitão Andreas Granqvist como destaques, apostam que o favoritismo para esta segunda não irá atrapalhar, além de estarem confiantes - até para mostrarem, como já citado, que o astro Ibra, aposentado da seleção desde o fim da Eurocopa de 2016, não terá a sua ausência sentida na Rússia.

- Estamos fortes mentalmente. Isso nos deixa prontos para amanhã (segunda-feira). Parece que temos confiança neste grupo com estes jogadores e todos envolvidos por trás. Acredito que estamos mais preparados do que nos torneios anteriores - analisou Granqvist.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos