Seleção questiona gol da Suíça, mas não o usa como desculpa por empate

Os jogadores da Seleção Brasileira criticaram a validação do gol da Suíça, no empate em 1 a 1 que marcou a estreia das equipes na Copa do Mundo. Miranda diz ter sido deslocado Zuber antes da conclusão da jogada, mas evitou considerar este o motivo para o tropeço, em Rostov, na Rússia.

- Sabíamos que não ia ser fácil. Naquela jogada (do gol suíço), se eu tivesse me jogado, poderia assinalar o empurrão. O árbitro de vídeo viu, não achou que foi falta. Mas vida que segue. Continuamos jogo a jogo. Temos de pensar no próximo jogo e fazer três pontos - justificou o zagueiro, ao Sportv.

Marcelo citou que o lance foi exibido no telão da Arena Rostov, e os jogadores cobraram o árbitro mexicano Cesar Ramos pelo uso do VAR. O juiz, contudo, confiou em sua decisão e mandou a partida seguir, sem analisar a jogada no vídeo.

- Apareceu no telão, mas o juiz não quis olhar. Isso não é desculpa. Acontece. Mas se eles estão checando, ele deveria ter consultado. Mas nisso não é desculpa pelo empate - completou.

Após a primeira rodada, a Sérvia lidera o grupo E, com três pontos - Brasil e Suíça vêm em seguida com um cada, enquanto a Costa Rica está em último lugar, zerada. A lanterna da chave será justamente a adversária da Seleção, na próxima sexta-feira, às 9h (de Brasília), em São Petersburgo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos