Muito criticada, Alemanha cancela atividades à imprensa após derrota

Definitivamente, a Alemanha não digeriu nada bem a surpreendente derrota para o México por 1 a 0, no domingo, na estreia do Grupo F da Copa do Mundo. Nesta segunda, a Federação Alemã de Futebol (DFB, na sigla em alemão) cancelou todas as atividades à imprensa, sem aviso prévio, em uma atitude que tem sido considerada uma represália por diversas críticas de jornalistas.

Duas das atividades que renderiam boas repercussões seriam uma entrevista coletiva com o ex-lateral-direito Philipp Lahm, capitão na campanha vencedora do Mundial de 2014, que daria detalhes sobre a candidatura da Alemanha para a Eurocopa de 2024, e o treino aberto da seleção - agora a ser fechado.

A expectativa, de acordo com a imprensa local, é que a equipe de Joachim Löw, que passa por um momento turbulento, até com pequenas crises internas, de relacionamento, volte a treinar com os portões abertos aos jornalistas nesta terça, um dia antes de partir para Sochi - local no qual vai encarar a Suécia, no próximo sábado, pela segunda rodada.

No Estádio Luzhniki, em Moscou, a Alemanha se apresentou de maneira irreconhecível, deixando muito espaço nos contra-ataques dos mexicanos e pouco incomodou o arrumado e aplicado time de Juan Carlos Osorio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos