Maradona elogia Pavón e diz que colocaria Higuaín no lugar de Aguero

Depois de criticar o técnico Jorge Sampaoli, Diego Maradona deu novos pitacos sobre a seleção argentina no programa "La Mano Del Diez", na Telesur. Desta vez, o alvo foi Sergio Aguero, ex-genro do craque e pai de seu neto Benjamín.

- Tomara que haja mudanças. Gosto do Pavón, creio que o meio de campo também tem de mudar... E no ataque, digo com dor na alma por meu neto, creio que Kun (Aguero) não deve jogar os 90 minutos. Se ele entrar de novo como titular, vamos queimá-lo por toda a Copa. Com Pavón e Higuaín, haveria alguém para cabecear, não seriam cortados todos os cruzamentos - disse Maradona, que assistiu das tribunas ao empate por 1 a 1 com a Islândia, no sábado.

Aguero foi o autor do gol da Argentina na estreia e não será sacado por Jorge Sampaoli. O técnico indicou no treino de segunda-feira que pode trocar Rojo, Biglia e Di María por Mercado, Acunã e Pavón.

A provável equipe, armada no 3-4-3, e não mais no 4-2-3-1, tem Caballero, Mercado, Otamendi e Tagliafico; Salvio, Mascherano, Messi e Acuña; Meza, Pavón e Aguero.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos