Hora de reagir: Timão não passou de quatro jogos sem vencer no BR-17

A pausa para a Copa do Mundo veio na hora certa para o Corinthians, no meio de uma troca de comando e sua pior sequência no Brasileiro. O Timão não venceu nas últimas quatro rodadas do campeonato e conta como exemplo de reação a excelente campanha do título de 2017, em que a equipe também chegou a quatro partidas de jejum, mas não passou disso.

Na última edição, já no segundo turno, os comandados de Fábio Carille viveram uma fase turbulenta durante as derrotas para Bahia, Botafogo, Ponte Preta, além do empate com o Grêmio. Quando o arquirrival Palmeiras se aproximava, veio o Dérbi na Arena Corinthians, que acabou com a vitória alvinegra por 3 a 2 - praticamente a "decisão" do Brasileiro.

Agora, a equipe é treinada por Osmar Loss e nas quatro rodadas antes da pausa sofreu derrotas para Flamengo e Bahia, além de ter empatado em casa com Santos e Vitória. Como consequência, fechou esta primeira fase do Brasileiro em sua pior posição, o décimo lugar.

O aproveitamento recente tem sido uma dor de cabeça no Corinthians, já que Loss tem apenas 24% dos pontos (uma vitória, dois empates e quatro derrotas) desde que foi colocado no lugar de Carille, hoje no Al-Wehda (EAU). Este número leva em conta também os jogos da Libertadores.

Ainda com Carille, o Timão também ficou quatro jogos sem vencer em 2018, mas numa sequência com jogos de Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores. Um triunfo sobre o Vitória quebrou o momento ruim, em maio.

A primeira partida do Corinthians após o Mundial será no dia 18 de julho, quarta-feira, contra o Botafogo, na Arena. Antes, estão marcados três amistosos durante a pausa para a Copa, contra Cruzeiro (4 de julho, no Mineirão), Grêmio (8 de julho, na Arena Pantanal) e novamente Cruzeiro (11 de julho, na Arena, em Itaquera).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos