Reus faz coro por titularidade e dá receita para evitar nova derrota

Ainda na condição de reserva em sua primeira Copa do Mundo, Marco Reus

concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira, em Sochi, onde a seleção alemã chegou recentemente em busca de novo ares e de uma aproximação ao clima quente do Mundial - antes estava em Vatutinki, uma espécie de vilarejo próximo a Moscou.

Na conversa com jornalistas, Reus afirmou que pretende ser titular e colaborar mais com a Alemanha. Na estreia, cujo time de Joachim Löw teve uma atuação pífia e perdeu por 1 a 0 para um arrumado México, Reus foi acionado apenas na segunda etapa, na vaga de Sami Khedira, e atuou por cerca de 30 minutos.

- Estive muito tempo lesionado e, aos poucos, vou recuperando meu ritmo ideal. Todo mundo quer jogar, e comigo não é diferente. O treinador (Joachim Löw) conhece minhas qualidades e eu espero que possa jogar para ajudar a minha seleção - disse, afirmando que não tem posição favorita em campo.

Aos 29 anos, Reus, que já cortado do Mundial de 2014, quando sofreu uma ruptura parcial da sindesmose e uma ruptura do ligamento ósseo no calcanhar, e da Eurocopa de 2016, devido a uma pubalgia também, projetou o próximo adversário da Mannschaft: a Suécia, no sábado, justamente em Sochi.

- A ideia principal é evitar perder tantas bolas como aconteceu contra o México.

O duelo entre Alemanha e Suécia será realizado neste sábado, às 15h (de Brasília), pelo Grupo F. Enquanto os alemães iniciaram zerados, os suecos, vencedores diante da Coreia do Sul, estão com três pontos - como o México.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos