Topo

Esporte


Fifa nega que árbitro de Portugal x Marrocos pediu camisa de Pepe

2018-06-21T12:20:51

21/06/2018 12h20

A Fifa se posicionou a respeito da acusação do meio-campista Noureddine Amrabat de que o árbitro Mark Geiger, dos Estados Unidos, pediu uma camisa a Pepe durante a derrota por 1 a 0 de Marrocos para Portugal, nessa quarta-feira. A entidade diz que o juiz negou o fato.

- Foi dito que o senhor Geiger pediu a camisa do capitão de Portugal durante o intervalo. O senhor Geiger nega fortemente essa acusação e afirma categoricamente que esse pedido nunca foi feito - disse a Fifa, em comunicado confuso, já que o jogador de Marrocos disse que Pepe foi o alvo do pedido, não Cristiano Ronaldo, capitão luso.

- A Fifa certamente condena a alegação supostamente feita por um membro do time de Marrocos. Os árbitros da Fifa estão sob claras instruções no que diz respeito ao seu comportamento e relacionamento com os times na Copa do Mundo e pode confirmar que o senhor Geiger atuou da maneira exemplar e profissional como deve se comportar um árbitro - prosseguiu a entidade.

A declaração Noureddine Amrabat foi dada depois da partida à TV Dutch, da Holanda. Marrocos tinha acabado de se tornar a primeira seleção eliminada do Mundial da Rússia e o meio-campista, revoltado, apontou até que o árbitro ficou impressionado com Cristiano Ronaldo, autor do gol do jogo.

- Não sei com o que ele está acostumado, mas ele ficou muito impressionado com Cristiano Ronaldo. E ouvi de Pepe que ele perguntou no primeiro tempo se ele poderia ficar com sua camisa. Do que estamos falando!? É Copa do Mundo, não é um circo aqui - falou Noureddine Amrabat, nessa quarta-feira.

Pepe já tinha sido alvo de outra reclamação por parte da seleção africana. O técnico Hervé Renard disse que o zagueiro brasileiro, naturalizado português, cometeu falta em Boutaib, tirando o seu marcador da jogada, o que fez CR7 cabecear sem marcação no único gol da partida.

Reclamações à parte, Marrocos, que não disputava uma Copa do Mundo desde 1998, também perdeu por 1 a 0 na sua estreia, contra o Irã, e, por isso, não tem mais chances de classificação. O time africano ocupa a lanterna do Grupo B, sem nenhum ponto, e se despede do Mundial da Rússia na segunda-feira, às 15h (horário de Brasília), contra a Espanha, em Kaliningrado.

Confira o comunicado da Fifa sobre o caso na íntegra:

"É com lamentação e desapontamento que, no jogo de ontem pelo Grupo B entre Portugal e Marrocos, a Fifa teve conhecimento de reportagens a respeito do árbitro Mark Geiger. Foi dito que o senhor Geiger pediu a camisa do capitão de Portugal durante o intervalo. O senhor Geiger nega fortemente essa acusação e afirma categoricamente que esse pedido nunca foi feito.

A Fifa certamente condena a alegação supostamente feita por um membro do time de Marrocos. Os árbitros da Fifa estão sob claras instruções no que diz respeito ao seu comportamento e relacionamento com os times na Copa do Mundo e pode confirmar que o senhor Geiger atuou da maneira exemplar e profissional como deve se comportar um árbitro.

A Fifa gostaria de lembrar aos times sobre seu dever de respeitar todos os princípios do Fair Play."

Mais Esporte