Recorde que falta: CR7 já tem começo melhor do que Eusébio na Copa de 66

Cristiano Ronaldo já é o maior artilheiro e recordista de jogos por Portugal e, nesta Copa do Mundo, tornou-se um dos únicos a balançar as redes em quatro Mundiais diferentes, além de o europeu que mais fez gols por uma seleção. Mas ele ainda pode superar Eusébio, que, com nove gols, é o maior artilheiro português na história das Copas. E o atual camisa 7, pelo que vem fazendo na Rússia, pode se animar a bater essa marca também.

CR7 tem sete gols em Copas do Mundo, dois atrás de Eusébio. Mas, neste Mundial, tem um começo mais animador do que o do antigo ídolo na única edição da qual participou. Eusébio foi o artilheiro em 1966, na Inglaterra, com nove gols, mas fez apenas um nas duas primeiras partidas de Portugal, enquanto o atual capitão do time já tem quatro.

Há 52 anos, Eusébio foi a estrela do Mundial, mas passou em branco no primeiro jogo, na vitória por 3 a 1 sobre a Hungria - diferentemente de Cristiano Ronaldo, autor dos três gols no empate por 3 a 3 diante da Espanha, na estreia. Eusébio, porém, balançou as redes em todos os cinco jogos restantes.

Na Copa do Mundo de 1966, a então estrela do Benfica fez seu primeiro gol no 3 a 0 sobre a Bulgária e fechou a fase de grupos com dois no 3 a 1 diante do Brasil. Nas quartas de final, deu show com quatro na vitória por 5 a 3 sobre a Coreia do Norte, fez o gol português, de pênalti, na derrota por 2 a 1 para a Inglaterra, na semifinal, e marcou outro no 2 a 1 diante da União Soviética que garantiu o terceiro lugar do torneio para os lusitanos.

Cristiano Ronaldo foi o autor dos quatro gols de Portugal na Rússia até o momento: os três do empate com a Espanha, na sexta-feira, e o da vitória por 1 a 0 sobre Marrocos, nessa quarta-feira. O craque terá, ao menos, mais um jogo no Mundial, contra o Irã, na segunda-feira, mas, como os lusos precisam só empatar para chegar às oitavas de final, é bem provável que o astro tenha no mínimo mais dois compromissos para alcançar os nove gols de Eusébio em Copas.

CR7 ainda pode igualar o ídolo se continuar como artilheiro do Mundial e pode se tornar o português com mais gols em um jogo de Copa - a marca é de Eusébio, com os quatro gols diante da Coreia do Norte. Hat-tricks (como é chamado fazer, ao menos, três gols em uma partida) são tão comuns na carreira do craque do Real Madrid quanto em todas as edições do Mundial: em ambos, o fato ocorreu 51 vezes.

Eleito cinco vezes o melhor jogador do mundo, mesmo número do argentino Lionel Messi, Cristiano Ronaldo passou a ser o segundo com mais gols por uma seleção na história (tem 85 gols por Portugal, só atrás dos 109 do iraniano Ali Daei), e, pela seleção, é quem mais atuou (152 jogos), quem tem mais partidas pelo país em Copas do Mundo (15) e Eurocopas (21), artilheiro em Euros (nove gols) e com mais hat-tricks (seis).

Aos 33 anos de idade, Cristiano Ronaldo acumula outros recordes individuais importantes: tornou-se o quarto jogador na história a fazer gols em quatro Copas do Mundo (igualando-se a Pelé e aos alemães Seeler e Klose) e é o maior artilheiro do Real Madrid (451 gols), do Mundial de Clubes (sete gols), da Eurocopa (nove gols), da Liga dos Campeões (120 gols) e de competições de clubes da Uefa (123 gols).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos