Tite refuta pressão sob Neymar: 'É desumano responsabilizar um só'

Mais uma vez, o técnico Tite buscou mostrar que não é para ninguém jogar a pressão por um bom resultado na Copa do Mundo em cima de Neymar. Para ele, a Seleção Brasileira tem um grupo de jogadores muito qualificados e suficientemente capazes de trilhar o sucesso do país de maneira coletiva, sem sobrecarregar ninguém. Para o treinador, Neymar só chegará ao máximo de sua capacidade na reta final do Mundial, caso o Brasil se classifique.

- É desumano colocar uma responsabilidade em um jogador. Ainda mais quando ele vem renovando um processo de recuperação no qual ele ficou três meses e meio parado e, desde então, jogara uma vez em 90 minutos. Neymar é ser humano e não máquina e para retomar padrão alto precisa de mais tempo. E eu tenho grandes jogadores - ponderou o treinador, e completou:

- Uma equipe que tem de ser forte e não ser dependente de uma apenas. Temos líderes em vários segmentos, e por aí que está a história do revezamento da braçadeira de capitão. Mas aguardem, ele vai chegar em alto nível.

No fim do jogo contra a Costa Rica, em São Petersburgo, Neymar desabou em campo e começou a chorar copiosamente. Para Tite, não se trata de uma fraqueza do camisa 10, apenas de uma maneira de extravasar seus sentimentos. Durante o jogo, Neymar mostrou irritação com as faltas sofridas e com a arbitragem.

- Neymar tem alegria e orgulho de representar a Seleção e coragem para externar isso. E se ele externa de forma emotiva. Vamos respeitar as características de cada um - finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos