Witsel cita experiência em 2014 para apontar Bélgica mais forte na Rússia

A Bélgica busca sua segunda vitória na Copa do Mundo neste sábado, quando encara a Tunísia, às 9h (de Brasília), em Moscou. Titular na estreia, o meia Axel Witsel afirmou que a seleção melhorou em relação às últimas competições que disputou por conta da experiência.

- Temos muito mais experiência do que no Mundial do Brasil. Há muito tempo grande parte do grupo joga junto. Isso nos serviu para controlar o início da competição, nos permitiu manter a calma e acabar marcando três gols no Panamá - destacou.

Witsel fez questão de elogiar o rival deste sábado, que só saiu derrotado pela Inglaterra por 2 a 1 graças a um gol nos acréscimos de Harry Kane.

- Eles serão muito ofensivos porque têm a última oportunidade para se classificar. Não será fácil - afirmou.

O meia do Tianjin Quanjian, da China, deixou claro a Bélgica tem muito a melhorar na Copa do Mundo. Witsel elogiou o ex-atacante Thierry Henry, auxiliar do técnico Roberto Martínez.

- "Acrescenta muito com sua experiência, é importante, ele sabe como ganhar um Mundial e ajuda muito nossos atacantes no treino. É importante tê-lo. Ele pode contribuir com essa mentalidade vencedora em cada partida.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos