Zagueiro português sobre depender de CR7: 'Quem não gostaria de ter?'

Nesta Copa do Mundo, fica ainda mais clara a dependência de Portugal por Cristiano Ronaldo. O jogador, eleito cinco vezes o melhor do planeta, fez todos os quatro gols do time na competição. E essa condição não causa nenhuma preocupação nos companheiros, segundo o zagueiro José Fonte.

- Quando se tem o melhor do mundo, quem é que não gostaria de ter? É óbvio que Ronaldo tem um peso importantíssimo na nossa equipe, temos de ser realistas. E teria em qualquer outra equipe do mundo. Mas é português. Somos felizardos em tê-lo e temos que jogar em função dos jogadores que temos. Temos o Cristiano Ronaldo - disse o defensor, escolhido para dar entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Capitão, Cristiano Ronaldo tem mostrado uma postura próxima aos companheiros. Cumprimenta e apoia o tempo todo, inclusive cobrando concentração depois de balançar as redes, como fez na vitória por 1 a 0 sobre Marrocos, na quarta-feira - na semana passada, já tinha feito os três gols do 3 a 3 diante da Espanha. Assim, parece ter mais fãs como colegas.

- Para nós, portugueses, Cristiano é e vai ser sempre o melhor. O debate sobre o melhor de todos os tempos é relativo porque todos foram grandes jogadores e tiveram a sua qualidade. Mas para nós, portugueses, o Cristiano vai ser sempre o melhor. É o nosso Cristiano! - exaltou José Fonte.

- É fato que continua batendo todos os recordes e surpreendendo vocês. Mas a nós (companheiros de seleção), não surpreende, porque vemos todos os dias o que ele é capaz de fazer. Vai continuar fazendo gols e batendo recordes. Depois, no fim, que façam as contas - prosseguiu.

Apesar de tanta admiração pelo inegável craque do time, José Fonte ressalta que há outros companheiros capazes de balançar as redes na Rússia. Inclusive, o zagueiro acredita que isso pode ocorrer nas próximas partidas - na segunda-feira, às 15h (horário de Brasília), em Saransk, os lusos enfrentam o Irã e só precisam empatar para se garantir nas oitavas de final.

- Há outros jogadores de qualidade, sem dúvida. Ronaldo tem quatro gols, mas quem diz que, nos próximos jogos, não podem ser outros fazendo gols? Ele tem um peso muito grande, e ainda bem, mas há outros jogadores que podem surgir e que trabalham para isso - declarou José Fonte.

Portugal e Espanha dividem a liderança do Grupo B com o mesmo número de pontos (quatro), saldo de gols (um) e gols marcados (quatro), mas os lusos ficam atrás dos vizinhos ibéricos no número de cartões amarelos (dois a um), que também é um critério de desempate. O Irã aparece em terceiro lugar, com três pontos - Marrocos, já eliminado, está na lanterna, sem nenhum ponto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos